5 mil pessoas são afetadas pela maré alta em São Domingos do Capim (PA)

A Prefeitura Municipal decretou estado de emergência e o PT tem se mobilizado para arrecadar produtos de primeira necessidade para as vitimas da enchente

Cerca 5 mil pessoas em São Domingos do Capim, município do nordeste paraense, foram afetadas pela maré alta, que há três décadas não atingia níveis como o que foi registrado neste mês de março. A Prefeitura Municipal decretou estado de emergência e o PT tem se mobilizado para arrecadar produtos de primeira necessidade para as vitimas da enchente.

Por meio de nota o último boletim da Defesa Civil do Estado informou que 5.682 pessoas foram atingidas pela maré alta, destas 252 estão desabrigadas e 1.061 desalojadas. Muitas famílias perderam tudo: roupa, moveis, eletrodomésticos, material escolar, alimentos. A vice-prefeita, Jane Martins (PT), informa que o município tem recebido doações, mas água potável, item essencial, tem sido escasso.

Foram instalados três pontos de arrecadação. No município as doações podem ser feitas na própria Secretaria de Assistencial Social. Em Castanhal as pessoas podem deixar as doações no Espaço Haroldo Reis, que fica na rua Major Wilson (Transcastanhal) 903, em frente a Escola das Artes São Lucas, próximo a rotatória do Fonte Boa. Quem mora em Belém e queira ajudar o recebimento será no Diretório do PT, localizado na rua Gaspar Viana, 206, no bairro da Campina; e na Cruz Vermelha, que fica na Passagem Nossa Sra. das Graças, 58, Marco.

Leia mais: Bordalo cobra providências para famílias afetadas por enchente em São Domingos do Capim

A Coordenadora Nacional da Juventude do PT, Michele Borcem, 30 anos, informou que as famílias desalojadas estão distribuídas em dois pontos de abrigo: no Ginásio Municipal Anderson Luiz e na Escola Manoel Bernardo da Luz. Borcem é secretaria de agricultura do desenvolvimento rural e sustentável no município e afirma que as pessoas mais afetadas são aquelas que moram na parte baixa da cidade.

“É a parte periférica onde tem muitas casas de palafita, que ficam em cima do rio. Quando a maré sobe as ruas ficam completamente alagadas e a água invade as casas”, relata.

Ainda segundo a secretaria fazia 35 anos que não havia uma maré alta nas proporções que foram registradas nos últimos dias. São Domingos do Capim é conhecido pelo festival do surf na pororoca, A programação teve iniciou na sexta-feira (20), e seguiu até o ultimo domingo, 24.

A pororoca é um fenômeno natural do encontro das águas do mar com o rio, que formam grandes e fortes ondas. Borcem acredita que a maré alta pode ser resultado da força da pororoca, que neste ano foi a maior comparado a outros festivais.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.