Uma proposta contra a pedofilia

Sem categoria

Blog do Bordalo pedofilia4

Como vocês sabem, sou autor do requerimento que criou a CPI da Exploração Sexual Infanto-Juvenil na Assembléia Legislativa, que desbaratou mais de 100 mil casos dessa tragédia humana e crime contra a nossa juventude em nosso estado.

O maior símbolo dos trabalhos da “CPI da Pedofilia” foi a renúncia do ex-deputado estadual Luís Afonso Seffer (na época expoente dos Democratas), acusado de molestar uma menor de idade mantida em sua residência para “trabalhar”.

Esses casos foram notícia negativa na imprensa nacional e internacional e envergonharam as pessoas de bem do Pará e o grande desafio – e choque da opinião pública, além das vítimas – é como extinguir essa prática nefanda.

Uma alternativa polêmica, sem dúvida, apareceu no site do ex-Ombudsman da Folha de São Paulo e premiadíssimo jornalista brasileiro Luis Nassif, enviada por Danilo Maeda, em comentário que se transformou na postagem A Castração Química (clique para ler no original), que reproduzo abaixo:

“Olá Nassif,

Acompanho seu blog diariamente, mas é a primeira vez que envio sugestão de pauta.

Está para ser votada na CCJ do Senado uma proposta do senador Gerson Camata (PMDB/ES) que prevê a aplicação de “castração química” para condenados por agressão sexual de menores. A proposta inicial é confusa e generalista, mas o relatório do Marcelo Crivela (PRTB/RJ) é esclarecedor.

Parece que ele está bem assessorado. Acho que vale a pena informar o pessoal que a chamada “castração química” é na realidade um tratamento, que na proposta do Crivela seria realizado de forma voluntária. Também é bom esclarecer que pedofilia é um termo médico usado para designar uma doença psiquiátrica grave, de difícil tratamento, catalogada na CID-10.

Queria também saber a opinião sua e de seus leitores sobre a constitucionalidade do projeto. Conheço pouco, mas sei que a ideia inicial é contrária à Carta Magna (Camata propôs o tratamento como punição, de forma impositiva). Contudo, me parece que o relatório do Crivela está de acordo com a Constituição Federal.

Ah, trabalho como assessor de imprensa para a Associação Brasileira de Psiquiatria. Divulgamos ontem um texto que explica a questão do ponto de vista médico”.

Qual sua opinião, leitor e leitora?

Para medirmos a adesão a essa proposta, iniciamos a segunda-feira a primeira enquete do blog, onde você poderá votar sim ou não sobre a idéia.

Bom debate!


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. Puts! Querem castrar o Seffer! Ah, ele merece!!

    Permalink
  2. Acho errado deputado a castração química, pois se o sujeito criminoso é incapaz como poderia ser penalizado dessa maneira? É como propor eutanásia para doentes mentais irreversíveis.

    Permalink
  3. olha Bordalo essa proposta pode dar certo, mas se tiver a parte penal junto senão corremos o risco dos advogados pilantras arguirem a incapacidade do réu e a Viúva ter que custear "clínicas" para pedófilos. Aí vem a tradicional desigualdade perante a lei no Brasil colocando Sefers da vida em verdadeiros Spas como se fosse castigo.

    Permalink
  4. Nada deputado. Temos que ter é "castrato en los cojones". Nada mais.
    Cadeia para esses vagabundos!

    Permalink
  5. Deputado,
    O melhor desse blog e desse debate que vc levantou é chamar a atenção pra impunidade que á reinando para esses criminosos, ainda que a lente da Rede Globo tenha registrado essa insanidade por aqui.

    Permalink
  6. Nos poupe da demagogia deputado.

    Permalink
  7. Caro Bordalo, essa proposta é inconstitucional e ademais atenta contra os direitos humanos. Espero que sr. não dcepcione a sociedade sendo mais um a defendê-los para os "humanos direitos". Precisamos de penas e ações estruturais, mas não descambando para o fascismo puro e simples como isso.
    Estou enojado. Que horror!

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.