Mobilização

Hospital de Campanha no Marajó Oriental tem requerimento protocolado na Alepa

O deputado Bordalo se une à mobilização, que teve inicio com os bispos e lideranças sociais da região
Ilustração: Agência Pará

Bispos da prelazia do Marajó, lideranças sociais, professores e sindicatos deram inicio a uma grande mobilização social para a instalação de um hospital de campanha para a região de campos do Marajó, também conhecida como Oriental. Para contribuir com a mobilização coletiva no âmbito do legislativo o deputado entrou com o pedido de construção de um hospital de campanha na cidade de Soure.

O hospital pretende atender as demandas da região oriental/sul do Marajó, que é formada pelos municípios de Salvaterra, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Ponta de Pedras, Muaná e São Sebastião da Boa vista.

A medida proposta pelo deputado é embasada na Carta apresentada pelos Bispos da Prelazia do Marajó e Carta dos Marajoaras, ambas endereçadas ao Governador Helder Barbalho, no qual justifica que a instalação de um hospital de campanha visa desafogar os hospitais e UPAS de Belém, visto que o número de pessoas que não moram na capital, mas que procuram atendimento em Belém é muito alto. De acordo com informações emitidas pela da Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa) e pela Secretaria Municipal de Saúde o sistema de saúde da capital paraense está atuando no limite máximo de sua capacidade.

Acesse a Moção n° 232/2020 apresentada pelo parlamentar solicitando o hospital

Em carta enviada ao Governador por Lideranças de diversos municípios que compõem a região o coletivo sugere ao Governador Helder Barbalho, que seja feito investimento urgente para implantar um Hospital de Campanha no Marajó Oriental. Eles reivindicam também a implantação de UTI com respiradores e outros equipamentos nos hospitais municipais. No documento ainda informa que a medida deve ser tomada, pois todos os hospitais da região são de baixa complexidade e possuem estrutura para enfrentar a pandemia.

Leia mais: Bordalo apresenta seis medidas para garantir direitos básicos à população em tempo de Covid-19

Em caráter de apelo, a carta escrita pelas lideranças é concluída: “(…) mortes já chegaram aqui e estão levando amigos, familiares e pessoas amadas. Por favor, atenda ao pedido de homens e mulheres fortes do Marajó Oriental, estenda o braço do Estado até nós com força e amor para juntos sairmos dessa situação que afeta a nossa nação”.

Além do coletivo de moradores da região do Marajó os Bispos da Prelazia do Marajó e da Diocese de Ponta de Pedras, onde também cobravam a construção no hospital de campanha. Na carta o forte e contundente apelo dos Bispos: “Este é o momento crucial em que o Marajó mais necessita de um abraço afetuoso e carinhoso dos poderes estadual e federal para ser defendido e cuidado. Quem é solidário e propõe que se abrace o Marajó, neste momento, não poderá ficar de braços cruzados, nem indiferente a este apelo clamoroso do povo marajoara”.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.