OITIVAS

Comissão de Transporte Fluvial ouvirá usuários do Marajó, Baixo Tocantins e Oeste do Pará, nesta quarta (14)

A oitiva será virtual, pela manhã às 10h para ouvir o público do Marajó e Baixo Tocantins e às 15h com usuários do transporte do Baixo Amazonas

Nesta quarta-feira (14) na sala Vip da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) a Comissão Temporária Interna de Estudo e Acompanhamento da Qualidade, da Segurança e da Fiscalização do Transporte Fluvial de Passageiros no Pará, realizará mais duas reuniões para ouvir os usuários de transporte hidroviário das regiões do Marajó, Tocantina e Oeste do Pará.

Instalado pelo deputado Orlando Lobato, a comissão foi sugerida pelo deputado Bordalo, que assume como relator. A oitiva terá início a partir de 10h para ouvir os usuários das regiões do Marajó e Baixo Tocantins, e às 15h será com movimentos sociais e passageiros da região do Oeste do Pará. 

A reunião será virtual e contará com a presença da Defensoria Pública do Estado do Pará, Ministério Público do Estado do Pará, representantes dos municípios de Santa Cruz do Arari, Soure, Salvaterra, Fetagri, associações e movimentos sociais das regiões. 

COMISSÃO

Na segunda-feira (12) os parlamentares ouviram representantes da Agência Nacional de Transportes Aquaviário – ANTAQ, ARCON-PA, Agência de Regulação e Controle de Recursos Públicos, SEMOB, Guarda Municipal, além do MP-PA e Defensoria Pública. Na primeira reunião que ocorreu  dia primeiro de dezembro, a Comissão teve a presença da Polícia Civil, Delegacia de Polícia Fluvial e responsável pelo inquérito que apurou o naufrágio da Lancha Dona Lourdes II, SEGUP e Companhia Independente de Polícia Fluvial

A Comissão está investigando o naufrágio marítimo ocorrido em 8 de setembro passado, quando a lancha Dona Lourdes II, que partiu de um porto clandestino em Cachoeira do Arari, parou ilegalmente no Porto do Camará para embarcar e desembarcar cerca de 30 a 40 passageiros, e que teria por destino final, a cidade de Belém.

A embarcação afundou e resultou na morte de 22 pessoas. Foram resgatados 66 sobreviventes nas proximidades da Praia de Cotijuba. Os resgates foram feitos principalmente por pequenas embarcações de pescadores e de quem faz transporte de pessoas para a ilha de Cotijuba.

A Comissão também visa avaliar os problemas das embarcações clandestinas sucateadas que trafegam nos rios paraenses, as quais colocam em risco a vida de centenas de pessoas. A proposta de Comissão havia sido requerida, por Bordalo, em setembro deste ano.

Os usuários das regiões em seus respectivos horários podem participar da reunião acessando o link e senha abaixo:


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.