Bordalo garante composição do COPEN no PL da nova secretaria penitenciária

Sem categoria

Por meio de notas técnicas e debates no parlamento o deputado Bordalo (PT-PA) conseguiu a aprovação, nesta terça-feira (22) no plenário legislativo, a aprovação de quatro emendas apresentadas por ele ao Projeto de Lei N°316 /2019, que em suma transforma a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (SUSIPE) em Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

De autoria do Poder Executivo, desde a semana passada a matéria tramita na casa e entre outras providências sugere a alteração da composição atual do Conselho Penitenciário (COPEN), órgão autônomo e independente que tem como função fiscalizar e inspecionar os estabelecimentos e serviços penais.

“Não se pode mexer, como se estava, com a composição do Conselho, dando ao Governo, que deve ser fiscalizado, porque é ele que é responsável pela administração penitenciária, praticamente o monopólio do comando dessa fiscalização. Na minha avaliação o ideal era um conselho de fiscalização penitenciária que o Governo não tivesse assento”, opina o petista.

Na proposta inicial do PL o COPEN passaria a ser presidido pelo titular da nova secretaria, a SEAP, e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA) teria assento facultativo.

Ao todo o Conselho possui nove assentos representados por instituições públicas: três assentos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); um do Ministério Público Federal; um do Ministério Público Estadual; um da Defensoria Pública do Estado; um da Defensoria Pública da União; e dois do Conselho Regional de Medicina.

Leia mais: Deputado Bordalo apresenta nota técnica sobre COPEN em PL do Executivo

As emendas, três delas também assinadas pelo deputado Eliel Faustino, foram acatadas. Segundo o deputado Bordalo, após negociação com o Governo, foi garantido a atual composição do COPEN e acréscimo de mais outras instituições. A OAB continuará como membro titular sendo que as duas vagas passam para a Defensoria Pública da União (DPU) e Conselho Regional de Medicina. Somam-se como novos membros do Conselho a SUSIPE, atual SEAP, Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SEGUP), Conselho Estadual de Psicologia, Assembleia Legislativa do Estado do Pará (ALEPA) e Vara de Execuções Penais, passando de nove para doze assentos e a escolha da Presidência será rotativo entre os membros.

Para o parlamentar as mudanças apresentadas e inseridas na proposta do Governo Estadual fizeram com que fossem evitados problemas de questionamento jurídico e constitucional. “Penso que o que estamos aprovando evita um retrocesso inimaginável. Na modelagem que estava, de uma forma até despercebida pelo Governo do que isso poderia causar”.

“Esperamos que a partir daqui o Pará ganhe uma nova modelagem de administração penitenciária, é preciso modernizar. Nós estamos enfrentando problema sério na gestão penitenciária, da profissionalização e isso tem que ser, efetivamente, enfrentado também com uma organização de trabalho que seja adequada aos tempos de hoje, e não de uma estrutura que está carcomida, defasada, que não consegue enfrentar os novos desafios da sociedade moderna”, avalia.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.