Legislativo

Bordalo cobra PLs de fomento ao audiovisual e política de direitos dos atingidos por barragens

Ambos os projetos de lei foram apresentados em 2019 e este ano que foram enviados à CCJ
Foto: Divulgação/Lucas Freitas

Em sessão remota nesta quarta-feira (27) o deputado Bordalo apresentou requerimento na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) para que os Projetos de Lei de nºs 417 e 16 de 2019 entrem na ordem do dia.

O PL n° 417 institui a Promoção, Fomento e Incentivo ao Audiovisual e a criação do Conselho Consultivo do setor no Pará, já o PL n°16 cria a Política Estadual de Direitos para Pessoas Atingidas por Barragens no Estado. Apesar dos projetos terem sido apresentados em 2019, ambos foram enviados à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) este ano, no dia 10 de março o PL n° 417 e em abril o PL n° 16.

Cultura-Trabalho-renda

O projeto de lei n° 417 tem como objetivo fomentar a interação da produção audiovisual com políticas públicas desenvolvidas pelo Estado do Pará e estimular o empreendedorismo e formalização do setor. Sem uma política voltada para a indústria paraense de audiovisual o setor fica descoberto, sem amparo para articular agendas, criar interlocução com o Estado e com a iniciativa privada. Com a pandemia muitos artistas e fazedores de cultura no Pará estão sem trabalho e renda, impactos decorrentes da pandemia da Covid-19.

Leia mais: PL busca instituir política pública para o audiovisual paraense

Nesta semana a Câmara dos Deputados aprovou a Projeto de Lei de Emergência Cultural, batizada de “Lei Aldir Blanc”, em homenagem ao compositor morto este mês em decorrência da Covid-19. O texto segue para análise do Senado.  O projeto prevê R$ 3,6 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios, na aplicação de ações emergenciais de apoio ao setor cultural durante o período de isolamento decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Atingidos

Sobre a Política Estadual de Direitos para Pessoas Atingidas por Barragens no Estado do Pará, o PL n°16 visa a criação de uma política de planejamento para organizar e nortear a execução de ações de proteção social voltadas à garantia de direitos e de condições dignas de vida para a população direta ou indiretamente atingida pela construção de barragens, além de orientar sobre o cadastro de atingidos por barragens, formas de reparação, direitos dos atingidos e ainda propõe a criação de um Fundo Estadual para tratar desses direitos.

Leia mais: Bordalo apresenta PL que garante direitos aos atingidos por barragens no Pará

O requerimento n° 127/2020 foi protocolado e recebido pela mesa diretora nesta quarta.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.