Para prevenção ao coronavírus Bordalo pede suspensão de sessões na Alepa

Na tribuna o parlamentar enfatizou preocupação e sugeriu medidas de enfrentamento ao Covid-19
Foto: Lucas Freitas

O deputado Bordalo solicitou ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), deputado Dr. Daniel Santos. Que sejam suspensas as atividades que contenham aglomerações de pessoas no legislativo. A medida prevê que sessões ordinárias, extraordinárias e solenes, audiências públicas sejam suspensas. A medida busca prevenir e conter casos de coronavírus até o momento que a crise seja sanada.

O parlamentar se pronunciou na tribuna em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (17) no auditório João Batista e parabenizou o governador Hélder Barbalho pelo decreto que estabelece um conjunto de medidas de enfrentamento contra o novo coronavírus (Covid-19).

Leia mais: Desinfecção de transporte coletivo é alvo de PL para combater coronavírus

O Pará tem 25 casos suspeitos que estão sendo analisados, segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). No total foram notificados 51 casos suspeitos de Covid-19, dos quais 26 foram descartados. Não foram confirmados nenhum caso, até então.

O deputado usou o pequeno expediente e horário de lideranças para destacar sua preocupação quanto ao tema e teceu duras críticas ao governo federal. “Primeiro o Brasil negou o coronavírus. O Presidente e os seus Ministros não prepararam o país para se defender. A Itália, que não se preparou, apresenta maior número de casos do Covid-19, com um o sistema de saúde estressado os médicos italianos precisam decidir quem vive e quem morre”, exemplificou.

NEGLIGÊNCIA

Bordalo condenou a atitude do presidente Bolsonaro ao ignorar a recomendação de isolamento por ter tido contato com infectados com coronavírus e cumprimentar manifestantes no último domingo (16), também enfatizou que o parlamento precisa tomar medidas de prevenção. “Devemos prevenir o máximo que pudermos. O nosso estado é ainda o menos afetado, não temos registros de pessoas infectadas, mas é importante estabelecer as barreiras sanitárias. Achei um absurdo ser autorizado o desembarque de estrangeiros para visitação em Icoaraci”, pontuou.

Diante do quadro da disseminação do vírus pelo mundo, Bordalo, que preside a Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, lembrou o quanto seria importante a presença e apoio dos médicos cubanos nesse momento de crise. Ele ainda reforçou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) e sugeriu o lançamento de uma campanha de valorização de apoio aos profissionais da área.

Assista ao pronunciamento do deputado Bordalo no horário de lideranças:


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Tamanho da Fonte