Dilma institui política para trabalhadores rurais empregados e hoje acontece a Marcha das Centrais, com 11 itens de reivindicações da classe trabalhadora

Movimento sindical brasileiro e agricultura familiar unem forças e dão visibilidade às suas reivindicações hoje em Brasília. Na área da agricultura familiar organizada, desde o dia 4, acontece o 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNTTR), que reúne na CONTAG – Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura mais de 2.500 trabalhadores e trabalhadoras rurais.


E hoje é a Marcha das Centrais em Brasília, uma força-tarefa das centrais sindicais para reivindicar temas de interesse da classe trabalhadora e da sociedade. A CUT, que completa este ano 30 anos de lutas e realizações em favor da democracia e de direitos à classe trabalhadora, participa ativamente de todo o processo.


São 11 os itens da pauta do movimento sindical e que serão apresentados à presidenta Dilma:

  • 40 horas semanais sem redução de salário;
  • Fim do fator previdenciário;
  • Reforma agrária; 
  • Igualdade de oportunidades entre homens e mulheres;
  • Política de valorização dos aposentados;
  • 10% do PIB para a educação; 
  • 10% do Orçamento da União para a saúde;
  • Correção da tabela do Imposto de Renda;
    Ratificação da Convenção 158 da OIT – que impede a demissão imotivada;  
  •  Regulamentação da Convenção 151 – que estabelece a negociação coletiva no serviço público e
  •  Ampliação do investimento público.
Presidenta Dilma vai ao Congresso da CONTAG e assume compromissos.

Política para trabalhadores rurais empregados –Ontem à noite quando esteve no Congresso da Contag -Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura que reúne mais de 2.500 congressistas de todo o país, a presidenta Dilma assinou o decreto que institui a Política Nacional para os Trabalhadores Rurais Empregados.

A instituição da política foi muito comemorada pelo movimento, do qual faz parte a nossa Fetagri – Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Pará, que tem uma das maiores delegações no 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNTTR).

Reforma agrária –Outra notícia bem comemorada foi a promessa da presidenta Dilma em acelerar a reforma agrária com terra de qualidade. “Nós queremos que os nossos assentados possam viver da própria terra, por isso não pode ser qualquer terra. Prometo que vou acelerar a reforma agrária com terra de qualidade. Mas, vocês têm que me ajudar e cadastrar todas as famílias para que tenham direito às políticas públicas. Nós juntos vamos mudar essa situação de desigualdade nos assentamentos”,


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.