O estado de abandono do Distrito de Outeiro foi criticado pelo deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, durante a sessão ordinária desta terça-feira, dia 21 de agosto. Violento, sujo, com transporte caótico, Outeiro sofre com a falta de saneamento e de […]

Bordalo denuncia abandono de Outeiro

Sem categoria

O estado de abandono do Distrito de Outeiro foi criticado pelo deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, durante a sessão ordinária desta terça-feira, dia 21 de agosto. Violento, sujo, com transporte caótico, Outeiro sofre com a falta de saneamento e de pavimentação e com a precariedade do atendimento à saúde. 

O parlamentar ressaltou que esse abandono se repete em toda a Região Metropolitana de Belém, considerada pelo Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU) como a pior em termos de qualidade de vida no Brasil. As péssimas condições de saneamento, acessibilidade, meio ambiente e habitação revelam uma região que cresce de forma caótica e sofre com a má qualidade de serviços básicos disponíveis à população, que já supera 2,4 milhões de pessoas.

Em Outeiro, uma das poucas unidades de saúde está localizada no bairro do Fidelis e enfrenta sérios problemas com a superlotação. Faltam profissionais, especialmente médicos, além de equipamentos e remédios. Segundo os moradores, uma única enfermeira realiza os atendimentos. Com isso, todos os dias, centenas de pessoas retornam com seus doentes para suas casas sem nenhuma esperança de atendimento. O lixo é outro problema grave no Distrito, tomando conta das praias, principalmente da Praia Grande. Ruas esburacadas e cheias de buracos expõem a população a diversos riscos.   

Esse cenário encontrado em Outeiro corrobora os dados de outra pesquisa realizada recentemente pelo Observatório das Metrópoles do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT), organizado a partir de análise dos dados do mais recente Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos quesitos esgoto a céu aberto, lixo acumulado e arborização no entorno de domicílios, a RMB teve o pior resultado do estudo.  

Cerca de duas mil toneladas de lixo são produzidas diariamente em Belém, sendo que, deste montante, um quarto acaba descartado de forma desordenada nos espaços públicos e ficam acumulados em ruas e canais da periferia ao centro da cidade, situação denunciada constantemente pelos mais diferentes meios de comunicação, sem nenhuma solução. 

O indicador serviços urbanos, que diz respeito ao atendimento adequado de água, esgoto, energia e coleta adequada de lixo coloca mais uma vez a RMB na pior colocação no país (0,152). Sem saneamento básico, a cobertura de esgoto da capital paraense era de apenas 6,7% em 2013, o que atende cerca de 24 mil domicílios de um total 368 mil, segundo o Plano Municipal de Saneamento Básico e Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Belém (PMSB). Água tratada na torneira chega a 61,8%, segundo os dados do Plano. 

Outro ponto delicado da cidade diz respeito à infraestrutura urbana: Belém é o segundo pior índice (0,094), de acordo com o IBEU. Iluminação pública, pavimentação, calçada, meio-fio, bueiro ou boca de lobo, rampa para cadeirantes: apenas 36% das famílias da Grande Belém têm ruas com urbanização completa.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.