Eleição da mesa da ALEPA: autonomia é a palavra-de-ordem!

Sem categoria

Blog do Bordalo pag11martinhocarmona

Como disse antes aos jornalistas Paulo Bemerguy e Rita Soares sobre a eleição da nova mesa diretora da ALEPA, entendemos que a escolha da Mesa é assunto interno do Poder Legislativo e não representa um momento para um ato de oposição. Nossa intenção – do PT – é fazer com que seja preservada a autonomia e a independência do Poder Legislativo, uma vez que avaliamos ser este um primeiro semestre de muitas turbulências na Casa. Por isso, entre os dois candidatos cogitados para presidir a Assembleia – Manoel Pioneiro (PSDB) e Martinho Carmona (PMDB) – a bancada tem preferência pelo peemedebista, o que não significa que tenhamos veto ao nome do deputado Manoel Pioneiro. Podemos dialogar com ambos, mas as circunstâncias políticas nos levam a ter preferência pelo deputado Carmona, buscando uma Mesa comprometida com a autonomia do poder Legislativo.

Isso é bom para as instituições e para toda a sociedade, pois permitirá um debate público mais consistente em seu conteúdo e mais aberto.

Definitivamente, não existe mais espaço no Pará para a antiga política do “rolo compressor” que predominou nos governos tucanos anteriores, pois a correlação de forças no estado, no País e na ALEPA é outra.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. A postura do PT na Alepa
    O Partido dos Trabalhadores, segundo o noticiário dos jornais de hoje, acenou com a possibilidade de apoiar o pemedebista Martinho Carmona, contra o candidato tucano Manoel Pioneiro, à presidência da Assembléia Legislativa. No entanto, uma declaração perspicaz do deputado Carlos Bordalo, dizendo que eleição de mesa diretora de parlamento não é momento de disputa entre governo e oposição, mostra que o partido está no rumo certo ao abrir o debate nesse importante momento da agenda da AL, impedindo que o consenso venha através do conchavo, ou a disputa ocorra no campo dos egos.
    Lembremos que, apesar de não ser momento de disputa, é momento de decisões sensatas na medida em que suas consequências sõ inevitáveis. Pioneiro quer ser presidente para pavimentar seu caminho rumo à prefeitura de Ananindeua, tendo na desastrada administração Helder um cabo eleitoral fortíssimo; já o PMDB está pagando o preço dessa administração e de sua atuação desastrada nas últimas eleições, quando encheu a bola de Pioneiro(o mais votado) ao querer encher a de Simão.
    É pouco provável que a vitória de Carmona ajude os candidatos do barbalhismo naquela eleição pra prefeitura, no entanto, poderá tirar do tucano a possibilidade de se cacifar como uma das principais lideranças do tucanato no estado, ao comandar um município de meio milhão de habitantes, o segundo maior em densidade populacional, criando dificuldades pra Helder e Elcione.
    Ao PT, após colocar essa disputa na mesa, cabe avaliar o que nesse momento é melhor para os seus planos. Se a vitória de Pioneiro, adversário declarado e que você já sabe que rumos tomará; ou continuar colocando azeitona na empada pemedebista, cujo comportamento de aliado é sempre semelhante ao do escorpião atravessando a lagoa no costado do sapo: sabe que vai morrer, mas não resiste à tentação de dar a picada e matar o sapo. Vejamos os próximos lances.
    Postado por Na Ilharga às 09:49 2 comentários Links para esta postagem

    Permalink
  2. O senhor acha mesmo que Carmona não se renderá ao Executivo? Que tal anular o voto, já que o seu partido sempre foi excelente para fazer oposição. O PMDB no Pará nunca se afinou com o PT, daí…..

    Permalink
  3. Sua tática tá correta deputado.
    Quem fala contra é quem quer ser a estrela da oposição radical, que nada rende de bom pra população. Vivem nos anos 70

    Permalink
  4. O PMDB já avisou que não vai ser carneirinho. Duvido, no vai e vem, daqui a 2 ou 4 anos PT e PMDB estarão juntos de novo, comandando a derrota do PSDB.

    Permalink
  5. Bordalo x Edmílson. Vai ser um duelo positivo pro povo e pro socialismo.

    Permalink
  6. Se o PMDB não ser carneirinho, vai ter que entregar as secretarias ao governdor, certo?

    Permalink
  7. Deputado,

    A ALEPA não pode voltar a ser uma Casa homologadora das atitudes do governador, como foi na primeira gestão do Jatene. Por isso tem que ter um presidente de um partido que não seja o do governador.

    A Assembleia pode ser harmônica com o governo, porém deve ser independente. É isso que o povo e a democracia merecem.

    Vamos aguardar 1º de fevereiro

    Permalink
  8. Tem que lançar o Chico da Pesca Presidente da ALEPA, Vice o Fernando Coimbra

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.