A crise humanitária dos catadores do Aurá desperta reação da Comissão de Direitos Humanos da Alepa

Sem categoria

Blog do Bordalo 1A Comissão de Direitos Humanos da Alepa, da qual sou
presidente, inicia um trabalho para enfrentar a crise humanitária em que
vivem as duas mil pessoas que trabalhavam na coleta de materiais recicláveis no
Lixão do Aurá, em Ananindeua. 


O compromisso assumido junto ao Ministério Público, pela prefeitura
de Belém, de que o lixão só seria fechado quando todos os catadores de
materiais recicláveis estivessem assegurados no mercado de trabalho, não foi
cumprido. Sem trabalho e sem renda, essas pessoas passam por uma situação
dramática.

Blog do Bordalo 2 1Nesta quinta-feira iniciamos a segunda etapa
de enfrentamento da crise. A primeira aconteceu na semana passada, quando
recebemos na Assembleia Legislativa uma comissão de catadores que denunciaram o
abandono dos trabalhadores, após o fechamento do lixão. Hoje, conforme
encaminhamento da reunião da semana passada, fomos conhecer de perto a situação
das famílias de catadores, na companhia do vice-presidente da CDH, deputado
Lélio Costa.

Blog do Bordalo 4Blog do Bordalo 3Deparamos com um quadro lamentável, com famílias
passando fome e sem perspectiva de trabalho. São duas mil pessoas que viviam
exclusivamente da coleta de materiais recicláveis e que de uma hora para outra
foram impedidas de ganhar os seus sustentos. A prefeitura de Belém simplesmente
abandonou as famílias, sem o cumprimento do acordo firmado no Ministério
Público. Um desrespeito com o cidadão.

A Comissão de Direitos Humanos da Alepa parte agora para uma medida
emergencial, através da Companhia Nacional de Abastecimento, Conab, para a
distribuição de cestas de alimentos, sob a responsabilidade de uma comissão
criada pelos próprios catadores. O pedido à Conab foi oficializado ainda nesta quinta-feira.


Outro encaminhamento foi agendado para a próxima terça-feira.
A CDH vai organizar uma reunião de trabalho entre todos os envolvidos, prefeituras
da Região Metropolitana, Ministério Público, Estado e catadores, para a busca
de uma solução. Também l
ançaremos em breve uma campanha humanitária de solidariedade às famílias que sobreviviam da catação de materiais recicláveis no Aurá.


A TV RBA, canal 13, afiliada da Band no Pará, reportou o encontro entre a CDH e
os catadores. Veja a minha entrevista gravada 
no Lixão do Aurá.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.