Governo do Pará assume compromissos com a população de Curralinho. E dia 20 tem primeira reunião. Buscamos a construção de saídas emergenciais e estruturais para a população do Marajó!

Bom dia e boa terça-feira! Fizemos uma excelente sessão especial ontem na ALEPA – Assembleia Legislativa do Pará e neste post, o resumo dos debates e dos encaminhamentos. Estive em Curralinho ainda em dezembro, conversei com o prefeito Léo e secretariado, requeri a sessão e agradeço o comparecimento do presidente da casa, deputado Márcio Miranda e de parlamentares da Alepa e representantes do governo e instituições que lá estiveram. Curralinho merece uma atenção diferenciada do poder público. E agradeço a toda a população de Curralinho e do Marajó que lotaram o auditório para discutir os problemas e buscar urgentes saídas.

Em minha fala, destaquei toda a situação porque passa o povo de Curralinho (menos de 30 mil habitantes), município que tem o menor PIB per capta do país e que enfrenta gravíssimos problemas educacionais, de saúde e infraestrutura. 

Destaquei que o
governo precisa empreender um olhar diferenciado para a área da segurança
pública no Marajó. Os marajoaras sofrem com os “ratos dágua” que hoje
atuam livremente no Rio Pará e em seus braços, com é o caso do Rio
Pracuú
ba. Outra situação, é que o o povo idoso de Curralinho viaja 12 horas de barco para Belém a fim de receber seus proventos, porque não tem agência da Caixa Econômica.

A seguir, o resumo da sessão e encaminhamentos práticos e um deles é que no próximo dia 20 haverá uma reunião entre o governo do Estado e a prefeitura de Curralinho, já como desmembramento da sessão ocorrida ontem.

Diagnóstico
Fora da escola – Há uma herança maldita em Curralinho: mais de 10% das crianças de 7 a 14 anos estão fora do nível fundamental. A taxa de conclusão entre
jovens de 15 a 17 anos era de 12,7%. 

A distorção idade-série eleva-se à medida que se avança o nível de ensino
. Para o prefeito Léo
Arruda, os programas e projetos  serão importantes para
melhorar a economia de Curralinho, mas a mudança real virá da educação.

Sem médicos – O Prefeito Léo Arruda informou que Curralinho tem a média de 0,04 médicos para cada 1.000 habitantes. Destacou ainda que  Curralinho já está
cansada de gritar e agora espera que esta sessão possa solucionar os
sérios problemas do município.

Encaminhamentos práticos
Dia 20 de março haverá reunião de trabalho entre o Governo do Pará e a Prefeitura de Curralinho como desmembramento da Sessão Especial, informe dado pela Deputada Tetê Santos. E propôs também que seja realizada Sessão Itinerante da Alepa no
Município de Curralinho e que seja feito acompanhamento permanente
através de grupo entre Alepa, Governo do Pará e Prefeitura de
Curralinho.

Lancha – O deputado Megale falou na Sessão de Curralinho que a SEGUP disponibilizará uma lancha para auxiliar no combate à criminalidade.

Compromissos do Governo do Pará assumidos na sessão
Aérodromo/aeroporto – O secretário
David Leal informou que a Secretaria de Indústria e Comércio vai construir
um aeródromo e um terminal fluvial em Curralinho. 

Asfalto – Também, que serão
asfaltadas 3 km de ruas no valor de 1 milhão de reais. 

Reforma hospital – reforma do hospital e
requalificação da equipe de trabalho; 

Agência Banpará – Entre 2014 e 2015
será implantada uma agência do Banpará em Curralinho; 

PAC Pesca – o PAC da  Pesca disponibilizará 140
mil reais; e 400 mil para aplicação em esporte e lazer. (ambos são programas de governo federal).

Energia – O Governo
do Pará adiantou ainda na Sessão Especial que serão implantadas seis novas
estações de energia elétrica no Marajó para potencializar a produção
local em Curralinho.

Lancha policial – O Major Alissor Monteiro, representando a SEGUP, anunciou a disponibilização de lancha policial para fazer cobertura de Curralinho.

A voz dos bancos
BB – O Superintendente do Banco do Brasil Carlos Alberto Silva anunciou para 2014 a instalação de uma agência no Município de Curralinho, além de garantir a participação do BB na reunião no dia 20 para disponibilizar os programas e projetos do banco para ajudar a melhorar o PIB do município.

BASA – Dr.
Luiz Euclides Barros do BASA fala na tribuna do Auditório João Batista
na Sessão Especial de Curralinho, fala que o PIB de Curralinho tem 61%
dos gastos no município estão na cota do governo municipal e que isso é
preocupante. Que o valor médio gasto dia por pessoa é da ordem de
R$12,00 / dia e que o Banco da Amazônia financiou 3 milhões e 700 pelo
Pronaf em Curralinho.
 

Banpará – Governo do Pará informou também  entre 2014 e 2015
será implantada uma agência do Banpará em Curralinho.


  
O que já existe de políticas para o Marajó
O
Marajó tem um Plano Desenvolvimento Sustentável (Gestão Ana Júlia) um
Plano de Desenvolvimento Sustentável (SPR- do 2º governo do presidente Lula) um Plano
Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável (MDA-2010) 

É  necessário
resgatar esses planos e executar seus programas e projetos. Há muitas
horas trabalhadas nesses estudos e falta a decisão política de
executá-la. (contribuição de José Hermínio Feio, comentando sobre a sessão em meu faceboo
k).

Ação-reflexão
E o educador Paulo Freire foi citado pelo secretário de Meio Ambiente de Curralinho, Marcos Oliveira, durante a sessão especial: “Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho e na ação-reflexão”!

Requeri a sessão especial, pois é preciso dar atenção e urgente para a população de Curralinho.

Auditório lotado.
Presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, ganha uma camisa do movimento Marajó Forte.
Composição
da Mesa da Sessão de Curralinho: Dep. Bordalo, Depª Tetê, Dep. Marcio
Miranda (Presidente da Alepa), Prefeito Léo Arruda, Vice Jonas Reis,
Luiz Euclides Barros, do BASA, CarlosAlberto Ramos Silva Banco do
Brasil, Davi leal Secretário de Indústria e Comércio e Mineração, Heitor
Pinheiro Secretário der Assistência Social do Governo do Pará, Socorro
Castro, Secretário . de Planejamento do Gov. do Estado, Paulo Amazonas
Pedroso, Sagri, Halisson Monteiro, Segup, Hermes Rodrigo de Souza Filho
da Amam.

Depuatdos José Megale e Edmilson Rodrigues e deputada Tetê Santos.

Mesa dos trabalhos.
É preciso um olhar para a população de Curralinho, menor PIB.

A bela igreja, às margens do rio, em Curralinho.
Prefeito de Curralinho, Léo Arruda: queremos soluções, porque diagnósticos já foram feitos aos montes!

A repercussão em “o Liberal” e o compromisso do governo do Pará em investir R$ 6 milhões em Curralinho


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.