Wikileaks revela uma oposição vendilhona

Sem categoria

Blog do Bordalo pre sal 2010

A Wikileaks chegou com revelações potentes sobre a política brasileira.

Ontem, na Folha (mas ressaltando que a melhor cobertura tem sido da Opera Mundi), as reportagens davam conta de que as petroleiras americanas não queriam a mudança no marco de exploração de petróleo no pré-sal que o governo aprovou no Congresso, e o piorr: José Serra começou a trair o Brasil e praticar estelionato eleitoral antes da posse que pretendia tomar, pois uma delas ouviu do então pré-candidato tucano à Presidência, a promessa de que a regra seria alterada caso ele vencesse. Serra teria dito exatamente: “Deixa esses caras [do PT] fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava… E nós mudaremos de volta.”

Essa informação é de um telegrama diplomático dos EUA, de dezembro de 2009,

Oposição mentirosa ou sedenta por barganha eleitoral

Os relatório divulgados pela Wikileaks relata frustração das petrolíferas com uma alegada “falta de empenho da oposição” em tentar derrubar a proposta do governo brasileiro, que alterou as regras da partilha do Pré-Sal, criou Fundo Social, tudo para beneficiar o interesse nacional e a distribuição de renda. No documento, os empresários petroleiros dizem que Serra se opunha ao projeto, mas não teria “senso de urgência” e que, ao ser questionado sobre essa postura, teria dito: “Vocês vão e voltam”.

Nos anos de FHC/Serra/PSDB, a empresa vencedora da licitação ficava dona do petróleo a ser explorado, pagando royalties ao governo. Com a nova proposta aprovada pelo governo Lula/Dilma/PT, o vencedor terá de obrigatoriamente partilhar o petróleo encontrado com a União, e a Petrobras ganhou duas vantagens: será a operadora exclusiva dos campos e terá, no mínimo, 30% de participação nos consórcios com as outras empresas.

Ou seja: ou tínhamos uma oposição mentirosa, que sonegava do povo suas verdadeiras intenções ou o PSDB estava querendo usar sua, na época, provável ascensão ao governo para angariar fundos de campanha. Ou as duas coisas.

Agora faz todo o sentido o assessoramento à bancada do PSDB, na CPI da Petrobrás, de empresas estrangeiras privadas concorrentes e a reunião, durante a campanha, de FHC com “investidores”, onde o ex-presidente anunciava a retomada da agenda da privataria, caso Serra ganhasse.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. Que vergonha esses tucanos!
    Nunca pensei que chegariam a tanto. Há que ter refundação mesmo.

    Permalink
  2. Privateiros!!!!
    Nenhum compromisso com a coisa pública isso sim e ainda ficam posando de éticos.

    Permalink
  3. Bordalo, agora te dou razão que falas que o PSDB-DEM-PPS são gerentes de interesses privados.

    Permalink
  4. deputado esses tucanos não valem os dólares que ganham pra contrariar os interesses nacionais..
    Lixo da história é o que aguarda eles.

    Permalink
  5. Queria muito ouvir a opinião do Aécio sobre isso, deve de tá deitando e rolando de rir hahahahahahahahaha

    Permalink
  6. E o Já Teve o que diz a respeito disso? Era bom o sr pautar essa questão nos debates da Assembléia Legislativa deputado

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.