Ver-O-Peso faz 385 anos nesta terça, mas a festa é hoje. Parabéns!

Blog do Bordalo veropa
30 mil metros quadrados de área, onde trabalham cerca de 5 mil
pessoas, distribuídas em 12 atividades comerciais espalhadas pelo
Mercado de Peixe, Mercado de Carne, Feira da Alimentação e a Feira do
Açaí.

Blog do Bordalo ver o peso570
Diariaente, 80 a 100 toneladas de peixe, 30 ton de hortaliças e 10 mil maços de verdura por dia. Comida, cheiro e diversidade no Ver-O-Peso. (Fotos:Marcelo Seabra/ORM)
A maior feira livre a céu aberto e cartão postal de Belém, o Ver-O-Peso, faz 385 anos nesta terça-feira 27, mas a festa de aniversário será hoje, domingo. O Ver-O-Peso foi todo reformulado no governo  do PT em Belém. Meus parabéns!!

O noticiário sobre o aniversário no portal ORM e no Diario Online:
A festa neste domingo
contará com a realização de jogos, onde os feirantes poderão mostrar
suas habilidades com os produtos vendidos no mercado. Haverá também a
escolha da Miss Ver-o-Peso, além de apresentações culturais. 
O Arraial
do Pavulagem também vai realizar a décima Edição do Cordão do Peixe-Boi e a com concentração é às 7h na escadinha da Estação das Docas. 
 ***
 O mercado – o
mais antigo e o maior entreposto comercial da Amazônia – é considerado a
maior feira livre a céu aberto da América Latina. “O Ver-O-Peso
continua tendo uma importância econômica gigantesca não só para a nossa
capital, mas para todo o Estado do Pará”, afirma o economista Roberto
Sena, diretor técnico do escritório regional do Departamento
Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), que
divulgou nesta sexta-feira um estudo sobre a importância econômica do
complexo.
Os numéricos do Ver-O-Peso impressionam.
São 30 mil metros quadrados de área, onde trabalham cerca de 5 mil
pessoas, distribuídas em 12 atividades comerciais espalhadas pelo
Mercado de Peixe, Mercado de Carne, Feira da Alimentação e a Feira do
Açaí.
A estimativa é de que por dia transitem
através do Complexo entre 80 a 100 toneladas de pescado chegando a 160
toneladas por ocasião da Semana Santa. Entre 12 a 15 toneladas são
comercializadas diariamente nos 66 talhos do próprio mercado. São 40
tipos diferentes de peixes de água doce e água salgada, “uma variedade
de peixes inédita no Brasil e do mundo”, segundo Roberto Sena, que
assina o estudo.
Além do peixe, também são
comercializadas diariamente no mercado dezenas de outros produtos, como o
açaí – 30 toneladas por ano – e a farinha de mandioca, que chega a 5
mil quilos por dia, com média de aproximadamente 100 toneladas ao ano.
Além de 30 toneladas de hortaliças, legumes e produtos de granjas
mensalmente e cerca de 10 mil maços de verdura por dia. Há ainda os
vendedores de polpa de frutas, tucupi e da maniva.

Milhares de turistas passam pelo mercado
todos os dias em busca de frutas da região, das famosas ervas
medicinais e cheiros do Pará ou para uma simples foto, vindos de outros
Estados e até de outros países. (Diário do Pará)


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.