Santa Luzia está acéfala e sucumbida ao abuso de poder da Câmara Municipal e de 3 milícias que aterrorizam a população e ferem o Estado democrático de Direito

Faço
um alerta à imprensa, ao Tribunal de Justiça do Estado, ao Ministério Público e
a toda a sociedade do abuso de poder que está acontecendo em Santa Luzia do Pará e que em 16 de novembro de 2012 teve perpetrada uma das maiores violências contra o estado democrático de
direito: 
 –
nesse dia, de forma sumária e sem que houvesse sequer a mais básica convocação
de sessão na Câmara Municipal de Santa Luzia, foi cassado o mandato da
vereadora Lúcia Machado, o afastamento da vereadora da presidência da Câmara e
o afastamento do prefeito que havia sido reintegrado por decisão judicial. Numa
só tacada, foi deposto o prefeito
reintegrado, empossado o vice-prefeito Zaqueu Salomão e feita a convocação do
suplente da vereadora Lúcia Machado(PT). E tudo o que havia contra a vereadora Lúcia
era a denúncia de um eleitor no Ministério Público, denúncia que então sequer
havia sido apurada!
Essa
sequência de atos que violentam o Estado Democrático de Direito é comandada
por um ex-deputado, o qual tem a seu serviço três milícias,
responsáveis pela instabilidade jurídica e pela insegurança do Estado de Direito em
Santa Luzia.
A
primeira é a milícia
legislativa,
 formada pelos
vereadores de Santa Luzia e que precisava, para atuar de forma mais cabal,
afastar a pedra no
sapato 
representada pela ação incorruptível da vereadora Lúcia Machado
(PT), razão pela qual precisava ser sumariamente afastada – como o foi.
A
segunda é a milícia das forças
de segurança pública
 que
atuam no município, forças policiais hoje inteiramente capturadas para operarem
como milícias particulares do ex-deputado Adamor Aires, a  ponto de darem
cobertura polícia para que a milícia legislativa pudesse consumar a deposição
do prefeito reintegrado pela justiça estadual. E como consequência, a imposição
do prefeito biônico.
Ressalte-se
que o Fórum da cidade é outra estrutura do aparelho de estado completamente
capturado pelo mesmo ex-deputado, com ação de nepotismo evidente: o
secretário do juiz, sr. Alacid Pena de Souza é cunhado do ex-deputado! 
A
terceira é a milícia civil  constituída, treinada e comandada
por um policial rodoviário federal e um dos 6
vereadores da Câmara de Santa Luzia. Esta milícia é armada com arma de fogo e
bastões de madeira e seu ato mais recente aconteceu a 30 de novembro.12, quando
 interditaram a Pará-Maranhão, utilizando pneus aos quais foi ateado fogo.
E enquanto interditava a BR num sentido, no sentido contrário uma equipe da
milícia parava os veículos e procedia a verdadeira vasculha nos carros, sem qualquer mandado judicial. Ao mesmo
tempo, procedia a batidas nas casas
da população, invadindo as casas das famílias e intimidando, inclusive
utilizando coquetel molotov.
É
esse clima de terror que respira a população de Santa Luzia, município que fica
a 200 quilômetros de Belém. Hoje, há 2 prefeitos em Santa Luzia: 1 que foi arbitrariamente
afastado do cargo por 10 meses e reintegrado pela justiça e outro empossado
arbitrariamente pela Câmara Municipal reiteradamente todas as vezes que a
justiça tentou reconduzir o prefeito ao seu mandato. Com um agravante que se
constitui em abuso de poder: empossou sem mandado judicial!
Tem
 responsáveis este abuso de poder cometido
pela Câmara Municipal e que tanto tem feito mal à democracia, ao povo de Santa
Luzia, à vereadora Lúcia Machado e ao prefeito reintegrado e que não consegue
governar: é um certo ex-deputado, as 3 milícias e o prefeito biônico,
Zaqueu Salomão. 

Resumo dos padecimentos da população: os servidores públicos
municipais estão com 2 meses de salários atrasados, estão paralisados os
serviços de transporte escolar, as máquinas estão quebradas e inoperantes, há falta
de remédios nos postos de saúde e lixo por toda a cidade!
É urgente que se faça justiça em Santa Luzia, que se restabeleça o
mandato do prefeito e da vereadora Lúcia Machado, que se tranquilize a
população, restabelecendo a democracia e eliminando o terror e a insegurança
impostos pelas milícias comandadas pelo ex-deputado.
Carlos Bordalo – Deputado do PT
Belém.Pa. 3 de dezembro de 2012.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.