Recomendo Alfredo13 como a verdadeira mudança pra Belém!

Hoje é 24 de Agosto e há 58 anos, Getúlio tirava a própria vida e mudava o curso da história, como reegistra o blog do Zé Dirceu, em artigo mais abaixo.

Retirei os pontos da cirurgia anteontem. A recuperação vai indo muito bem. Agradeço as orações de tod@s. Recebi ligações de minhas companheiras Ana Júlia, Ira de Muaná e Pref. Marifrança de Sta. maria. do Pará. Recebi também telefonema desejando pronto restabelecimento do Gov. Jatene Agradeço a solidariedade.

E sobre a campanha a prefeito de Belém, vamos levar  Alfredo Costa ao 2º turno e à prefeitura de Belém. Recomendo Alfredo como a verdadeira mudança.

Para vereador, apresento ótimas opções:

  • Ivanise 13.130, a companheira do BOLSA TRABALHO. Nesta eu confio e recomendo. Para quem não sabe, Ivanise criou e tornou realidade o Bolsa Trabalho, maior e melhor programa de inclusão produtiva para joven.

  • Outra alternativa é o vereador Iran Moraes,uma opção segura!
  • E tem também o companheiro Altair Brandão, que é preiente do Sindicato dos Rodoviários: um voto de classe!
Ivanise, Altair, Iran Moraes, grandes e ótimas opções de vereadora/vereadores de Belém. Com Alfredo 13 prefeito!

Acompanhe aqui minhas tuitadas:

  • O Brasil perdeu o ex-goleiro Felix nosso campeão em 70. Vá em paz!
  • Bacia do Una – Apresentarei emenda ao Plano de Investimentos do Gov. Jatene para Ações de recuperação da Macrodrenagem do Una. Solicitarei audiências ao Governandor e ao Pref. Duciomar p/ apresentar relatório sobre a Macrodrenagem do Una.

  • Neste Dia da Infância: Hora de reafirmar compromissos c/ a defesa das crianças paraenses e brasileiras
  •  Globo estica Avenida Brasil ao máximo p/ faturar. Devia pagar o que deve de sonegação fiscal.
  • Globo recebeu mais de 2 milhões da Câmara repassadas p/ SMPB: dos 10 milhões que Gurgel/Barbosa acusam de desvio.
  • Nenhum dos noticiários deu a lista de pagamentos feitos p/ SMP&B c/ recursos da Camara. Os supostamente desviados.
  • Lewandowski revela que dinheiro da Câmara supostamente desviado foi para
    Globo, SBT, Bandeirantes, Folha, etc…

    • A campanha de J.Paulo em Osasco deveria estar mostrando o voto de Lewandowski em praça pública: inocente!
    • Quem
      conhece os sistemas de concorrência nas licitações públicas sabe da
      inocência de  J.P.Cunha.
    • Impressiona as provas da inocência do Dep. João Paulo Cunha,
      estranhamente desconsideradas por Gurgel/Barbosa
  •  Ricardo Lewandowski: Você orgulha a democracia e o Estado de Direito no Brasil
  • Os profissionais de mídia sabem q/ agencias intermediam através de terceirizados pagamentos para veículos.
  • Os 88% de serviços terceirizados p/ SMPB foram pagamentos a televisões, rádios e jornais, todos comprovados.

  • O Merval Pereira atacou violentamente o Ministro Lewandowski p/ seu voto diferenciado nos noticiários globai.

  • Ananindeua vive eleições locais inéditas c/ radio, tv e possibilidade de 2 turno: fiquemos atentos!

E leia o artigo publicado por Zé Dirvceu, em seu blog:

 Há exatos 58 anos, na madrugada de 24 de agosto de 1954, no bojo de uma das mais graves crises políticas registradas em nossa história, o presidente Getúlio Vargas se matava com um tiro no coração. O presidente deu com a vida o troco que desnorteou por completo a oposição golpista que tentara derrubá-lo e sua morte desencadeou, então, um dos momentos mais cruciais da nossa vida institucional republicana.

Nos meses seguintes, o Brasil viveu a mais conturbada instabilidade institucional de sua história, quando teve nada menos que cinco presidentes no curto interregno de pouco mais de um ano – Getúlio, seu vice, Café Filho, o presidente da Câmara dos Deputados, Carlos Luz, e o presidente do Senado, Nereu Ramos, até a posse do presidente eleito, Juscelino Kubitschek, no dia 31 de janeiro de 1956.

Naquele 24 de agosto eu tinha 8 anos de idade e fui dispensado das aulas no Grupo Escolar Presidente Roosevelt em minha Passa-Quatro nas Minas Gerais, onde nasci e vivi até os 14 anos. O fato ficou gravado em minha memória para sempre. Não pela gazeta (falta às aulas), mas pelo suicídio do presidente da República.

Um sonhador, eu vivia entre a escola e a Serra da Mantiqueira

Filho de um udenista (o partido do golpe, maior fomentador da crise e da tentativa de derrubada de Getúlio), meu pai, Castorino de Oliveira e Silva, tinha como sócio João Mota, um petebista. Assim aprendi desde cedo a viver a disputa política dura (entre eles em torno da UDN, o PTB e o PSD). Mas, também, tive a escola da convivência civilizada entre meu pai e seu João Mota, um getulista declarado.

Em 1954 eu era um sonhador que vivia entre a escola e a Serra da Mantiqueira. Não fazia ideia da importância para meu país daquele homem baixinho que dera um tiro no peito, saindo “da vida para entrar para a história”, como ele mesmo deixou registrado para as futuras gerações em sua Carta Testamento.

Tampouco, tinha a dimensão, então, de como ele seria importante em minha vida, ele e sua obra contraditória, escrita com vitórias e derrotas na revolução de 1930 que comandou, na ditadura que implantou (1937-1945) e na volta ao poder pelo voto, pelas urnas. E mais que isto, carregado pelo povo, colocando seu governo a serviço do Brasil.

Levado à morte mais por seus acertos do que pelos seus erros

Tempos depois tive a exata visão de que Getúlio fora levado à morte, mais por seus acertos do que pelos seus erros. E de que, naquele 1954, com suas medidas sociais e nacionalistas – como a criação da Petrobras – que contrariavam poderosos interesses nacionais e internacionais, com seu gesto extremo, ele estancara o golpe que já então se articulava e conseguiram dar 10 anos depois, em 1964.

Já amanhã se completam 51 anos da renúncia de Jânio Quadros à presidência da República, ato que a história demonstrou ser mais uma tentativa de golpe, isolado, de um presidente. Sua renúncia e os desdobramentos posteriores aceleraram a chegada da quartelada de 1964. Mas, aí, já é outra história. (Clique aqui e leia a Carta Testamento de Getúlio).

(Foto oficial da Presidência da República, confira a galeria)


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.