Mariana Barros com o prêmio que recebeu do Ministério da Educação (Foto: Dominik Giusti/Diário do Pará) O deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, parabenizou, nesta terca-feira (11), em votos de aplausos, as professoras Adriane Gisele Sá Menezes, Mariana Silva Barros e Lilia Melo, docentes […]

Professoras da rede pública de ensino do Pará ganham reconhecimento nacional

Sem categoria

Mariana Barros com o prêmio que recebeu do Ministério da Educação (Foto: Dominik Giusti/Diário do Pará)

O deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da
Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, parabenizou,
nesta terca-feira (11), em votos de aplausos, as professoras Adriane Gisele Sá
Menezes, Mariana Silva Barros e Lilia Melo, docentes das escolas municipais e
estaduais de Tucuruí, Santarém e Belém pelo reconhecimento nacional de suas
propostas pedagógicas criativas e inovadoras na rede pública de ensino.
As professoras foram reconhecidas na 11º edição do prêmio
Professores do Brasil, organizado pelo Ministério da Educação que busca
divulgar, reconhecer e premiar o trabalho de professores da rede de escolas
públicas que contribuem para a melhoria de ensino e aprendizagem desenvolvidos
em sala de aula.
A professora Adriane Gisele Sá Menezes, da Unidade Municipal
de Educação Infantil de Santana, de Santárem, idealizou o projeto “Bebês em
movimento: brincadeiras e descobertas no berçário” que recebeu o prêmio
regional Norte na categoria creche.


Mariana Silva Barros, da escola municipal de ensino
fundamental Mariana Leão Dias, de Tucuruí, resolveu usar a criatividade no
ensino do atletismo. Com o projeto “Democratizar o ensino do atletismo na
escola: procedimentos alternativos para a sua aplicabilidade”, a professora
utiliza materiais alternativos como varas de bambu e pratos descartáveis na
prática do esporte. Foi premiada na categoria Ensino Fundamental.


Em Belém, no bairro da Terra Firme, a professora Lilia Melo,
da escola estadual Brigadeiro Fontenelle, encontrou na escola espaço para a
discussão sobre a realidade local e ações que envolvam a comunidade. Ela
recebeu o prêmio do MEC pela realização do projeto “Terra Firme: Juventude
Periférica – do extermínio ao protagonismo” que conta com atividades como
saraus, teatro e dança, cineclubes e produções culturais.
Para Bordalo, a escola é uma das instituições mais
importantes para o desenvolvimento de um país. “O que temos visto é uma
situação que se deteriora cada vez mais, e se torna angustiante, com
professores mal remunerados, crianças que não podem ir para a escola por um
motivo ou por outro e tantos outros problemas. No entanto, fico extremamente
feliz que mesmo diante de cenários caóticos como estes, encontramos professores
que com muita força de vontade e determinação conseguem fazer grandes
transformações no dia a dia da sala de aula e na vida dos alunos”


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.