Prefeitura de Belém não dá manutenção na Bacia do Una, provocando alagamentos e transtornos aos moradores

Blog do Bordalo Una 1

Blog do Bordalo MinistC3A9rioPC3BAblico016

A partir das denúncias recebidas dos moradores da bacia do Una, solicitei audiência que foi realizada ontem na Assembleia Legislativa do Pará. Também solicitei a criação de uma Comissão de Representação para investigar denúncias de alagamento na área do projeto de macrodrenagem da Bacia do Una, por falta de cuidados e limpeza, por parte da Prefeitura de Belém. Essa falta de manutenção do contrato, gera alagamentos, transtornos e adoecimentos à população que mora no entorno da Bacia do Una.

Antes da audiência, os membros da Comissão foram apresentados e logo em seguida, foram escolhidos o presidente, vice-presidente e relator, respectivamente, Carlos Bordalo, Celso Sabino e Edmilson Rodrigues. 
Durante a audiência que aconteceu no auditório João Batista, representantes de entidades, vereadores, deputados e representantes do Ministério Público do Pará debateram ações para solucionar o problema dos alagamentos e prejuízos sofridos pela população. O problema é que durante as obras de macrodrenagem da Bacia do Uma, fruto de empréstimo de aproximadamente 300 milhões de dólares, o Manual de Manutenção feito pela Prefeitura de Belém em parceria com a Cosanpa, não está sendo cumprido. 
“Esta é a maior reclamação dos moradores. A manutenção prevista foi esquecida pelos órgãos públicos”, relatou Bordalo, informando que desde de 2008, tramita no Poder Judiciário Ação Civil Pública feita pelos próprios moradores a respeito do assunto. “Nada foi feito até agora, por isso procuramos o Poder Legislativo”, disse Alexandre Costa, morador da área.  
               
Godofredo Santos, promotor de urbanismo do Ministério Público, informou que, em setembro, o primeiro despacho foi dado, ou seja, a Prefeitura de Belém tem que cumprir a obrigatoriedade do que foi acordado. Já o promotor de Justiça dos Direitos Constitucionais, Sávio Campos, disse que os órgãos públicos devem ser mais sensíveis a este tipo de problema. “Nos sentimos aprisionados com a atitude da prefeitura, pois eles não se sentem comovidos com a causa da população”, relatou.
A partir de agora, a Comissão de Representação vai colher informações, marcar audiências in loco nos bairros que compreendem a Bacia do Uma e reunir com técnicos especialistas no assunto. 
Ainda fazem parte da Comissão os deputados Ozório Juvenil e Cilene Couto (titulares). Os suplentes são os deputados Edilson Moura, Ana Cunha, Martinho Carmona, Raimundo Santos e Haroldo Martins.  
Também participaram da audiência os deputados Edilson Moura e Junior Ferrari (presidente em exercício da Alepa), além dos vereadores Iran Moraes e Otávio Pinheiro, ambos do PT.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.