Por uma trânsito humanizado

Sem categoria

Blog do Bordalo imagesCAVBZR0X
A violência no trânsito mata todos os anos quase 1 milhão e 300 mil pessoas. Fere e incapacita mais de 50 milhões e é a causa principal de morte de jovens, ceifando muitos talentos que nosso país mais do que nunca precisa. No Brasil, os números oficiais indicam que 35 mil pessoas morrem todos os anos em acidentes.

Quando perdemos um ente querido a dor é muito grande. E quando isso acontece oriundo da violência no trânsito a dor é ainda maior. Para homenageá-los e conscientizar nossa população, está na pauta de votação na Assembleia Legislativa, projeto de lei de minha autoria que institui o “Dia Estadual em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito”. Pela matéria, fica instituído o terceiro domingo do mês de novembro como data para celebrar a memória das milhões de mães, pais, irmãos, primos, tios, amigos vítimas da violência no trânsito.

Esta é uma data para se cobrar, agir e combater este tipo de violência social.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. Bordalo, é verdade que o Puty vai deixar o PT?
    Espaço Aberto:

    Petista eleito, disposto a renegar o PT, procura o PCdoB
    Mas vejam só!
    Essas eleições produziram coisas interessantes.
    Tem até petista eleito arrependido.
    Arrependido de continuar no PT.
    Tem até petista eleito disposto a renegar.
    A renegar o PT.
    Tem até petista eleito que está tentado a, como se diz, virar a casa.
    A trocar de camisa.
    A trocar a camisa do PT pela do PCdoB.
    Fechadas as urnas, tem petista eleito que não aguenta mais ser olhado por outros petistas – trocentos outros – com olhares enviesados.
    Fechadas as urnas, tem petista eleito que não suporta mais ser apontado como o vilão da derrota da governadora Ana Júlia.
    Fechadas as urnas, um petista eleito, certo de que meio partido, convicto de quase todo o PT está com ódio no coração dele, mandou uma secretária de Estado procurar liderança do PCdoB.
    Pois a secretária procurou a liderança pecebista.
    Não só procurou como levou a proposta do petista eleito.
    Ele queria saber se, uma vez encerrado o prazo legal que o proíbe de trocar de partido – para não enquadrado na lei da fidelidade partidária -, poderia deixar o PT para se transferir de mala e cuia para o PCdoB.
    Mas a proposta de transferência embutia uma outra, digamos, complementar.
    O petista eleito – o arrependido, o disposto a renegar seu partido, o que não aguenta mais ser confrontado com olhares enviesados e cheios de hostilidade – queria saber se, além de ser acolhido no PCdoB, a nova legenda poderia garantir que ele vai ser o candidato comunista na eleição para prefeito de Belém no próximo ano.
    Até agora, os sinais do PCdoB não são muito animadores para o petista disposto a renegar seu partido.
    O partido até admite acolher o petista eleito arrependido.
    Quando a tê-lo como canididato a prefeito de Belém…
    Isso já é uma outra história.
    Ou já são outras histórias, quem sabe.
    Postado por Poster às 11/09/2010 08:00:00 AM 3 comentários

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.