Obras como no Brasil, só a China tem

Sem categoria

Para os críticos, mais uma tapa de luva. É que, segundo relatório divulgado pelo governo, o presidente Lula vai deixar o governo com 82% do volume de investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) concluídos.

Entre 2007 e 2010, os projetos da área logística receberam R$ 65,4 bilhões. O setor de energia abocanhou outros R$ 148,5 bilhões e as ações sociais e urbanas, que incluem projetos como o Luz para Todos, somaram R$ 230,1 bilhões. Esses recursos somam repasses da União, estatais, Estados, municípios e iniciativa privada, incluindo financiamentos de bancos públicos e privados. No total, foram gastos R$ 444bilhões, quando o orçamento disponível era de R$ 541,8 bilhões.

O pacote do PAC 1 inclui ainda outros R$ 115,6 bilhões, mas essa cifra se refere a obras com conclusão pós 2010, caso das hidrelétricas de Rondônia, da ferrovia Transnordestina e do eixo norte da transposição do rio São Francisco.

Com a contratação de novos serviços até o fim do ano, o governo informou que os investimentos executados em 2010 atingirão R$ 619 bilhões, o que equivale a 94,1% do orçamento total de R$ 657,4 bilhões. Isso significa que a presidente eleita, Dilma Rousseff, ficará com uma conta de R$ 38,4 bilhões a pagar em seu governo para concluir os projetos da primeira etapa do PAC.

Até outubro, o governo monitorou 2.561 ações do PAC, número que não inclui obras de saneamento e habitação. Se considerado o critério de valor das obras, 48% delas foram concluídas até 31 de outubro, 49% eram executadas em ritmo adequado e 3% necessitavam de atenção. No critério de quantidade, 62% das ações estavam concluídas e 30% com andamento adequado. Outras 6% estavam em estado de atenção e 2% em situação preocupante.

PAC do Pará: plantamos as sementes. Jatene vai colher?

Blog do Bordalo pac para7855
O nosso estado não ficou de fora e, recentemente, inauguramos as sonhadas Eclusas de Tucuruí. Mas, além disso, em junho deste ano, no Hangar, o Governo do Estado do Pará lançou o Programa de Aceleração do Crescimento do Pará (PAC do Pará), que, em consonância com o Governo Federal, prevê investimentos nas áreas da saúde, educação, transporte, segurança, saneamento, habitação, indústria, energia da ordem de R$ 109 bilhões para o período de 2011 a 2014, sendo que dos R$ 109 bilhões, R$ 59 bilhões serão do PAC2, do Governo Federal, e R$ 50 bilhões seriam do governo estadual e iniciativa privada. Só a ordem de empregos a serem criados seriam de 120 mil.

Na semana passada, porém, nosso estado foi um dos estados selecionados para receber recursos do PAC 2, mas da ordem de 315 milhões de reais para investimentos em obras de abastecimento de água nas cidades de Belém, Santarém, Marabá, Ananindeua, Castanhal, Breves, Marituba, Paragominas e Parauapebas.

Será que o PSDB vai dar conta?

Quer dar conta?


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. E o Pará que ia ser a China brasileira vai sifu

    Permalink
  2. Como diz o Lula não tem desculpa, verba vai ter. Vamos poder tirar a prova do discurso de competência do PSDB.

    Permalink
  3. E pensar que a DS acabou com tudo isso…tsc tsc tsc

    Permalink
  4. PAC no rítimo do Brasil.
    Regulação da mídia mentirosa já!!!!!

    Permalink
  5. O PSDB Bordalo não vai nem quer dar conta, escreva aí.

    Permalink
  6. vç sabe o que eles vão fazer! vão fazer o que fizerao com a sua campanha a deputado que ficou sobre suas responsabilidades, DESVIOS COMPANHEIRO,para o que for de seus interesses. Ou será que vç pensa que eles vão permitir que a estrela do PT brilhe. HA! HA! HA!

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.