Prefeito de Curralinho, Léo Arruda, não foi afastado do cargo

Sem categoria
Hoje postamos uma informação, tendo como fonte a matéria veiculada no jornal O Liberal, edição desta sexta-feira, em que destaca o afastamento do prefeito de Curralinho, Léo Arruda. 


Quero aqui esclarecer que fomos induzido ao erro, diante do destaque na publicação da reportagem, que cita o nome do juíz que tomou a decisão, além da investigação da promotora de justiça do município. Tranquilizo a todos porque Léo Arruda não foi afastado de suas funções.

Léo Arruda também não foi cassado pelo Tribunal Regional
Eleitoral, até porque ele não responde a nenhum processo eleitoral. Reforço que
o afastamento é uma informação inverídica publicada no Jornal O Liberal.

Na verdade existe um processo no Ministério Público de Curralinho,  contra a Prefeitura do município, pelo não cumprimento de um Termo de
Ajuste de Conduta –TAC, assinado pela gestão anterior  a de Léo Arruda. que se comprometeu em realizar melhorias no Conselho Tutelar do Município, fato que não aconteceu.
O estranho nisso tudo é foi noticiado o afastamento do atual prefeito de Curralinho, por questões que poderiam ser resolvidas com a
atualização do compromisso por parte da gestão atual
, o que, aliás, já vem sendo feita pelo prefeito Léo Arruda.

O prefeito Léo Arruda
busca o entendimento com o Ministério Público.
Mesmo com a herança pesada que
recebeu,  ele vem trabalhando com afinco,
honestidade e transparência.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.