Luta popular: Movimento suspende aumento de tarifa de transporte para o Marajó

Sem categoria

O movimento ‘Acorda Marajó’ conseguiu
suspender, por um prazo de 10 dias,
o reajuste de 18% nas tarifas do serviço de travessia de balsas
para o Marajó. A decisão foi tomada na manhã
desta quarta-feira, 25.06, durante reunião realizada entre os representantes do
movimento e da Arcon.


O reajuste autorizado por Jatene, na semana passada, no apagar das luzes
de sua gestão, pegou o povo marajoara de surpresa e provocou uma reação entre
moradores, empresários e gestores públicos da região, que já paga caro demais pelos
serviços de transportes, sem ter garantias de qualidade.

Os organizadores do movimento alegam que não existe justificativa para o
reajuste nas tarifas e apontam que quem vai pagar o preço da decisão autorizada
pela Arcon é a população marajoara. A medida “encarece o pão, o feijão, o arroz
e todos os demais produtos da cesta básica, caminhando em sentido contrário à
inclusão social, fazendo que o Marajó caminhe a passos largos para se
transformar num verdadeiro bolsão de miséria humana”, diz a nota do Movimento
Acorda Marajó.

ICMS diferenciado

De acordo com
Bordalo, que defende a cobrança de ICMS diferenciado para o Marajó, o
barateamento do transporte por meio da redução do imposto ajudaria a resolver um
dos gargalos para os moradores da Ilha, que sofrem com os altos preços praticados pelo monopólio    da
“Henvil”.

A empresa
presta serviços de transporte   fluvial e
chega a cobrar na travessia de balsa de Belém para Salvaterra, por exemplo, a
exorbitante taxa, por veículo, de R$
80 reais e mais o valor do passageiro. Já na travessia de balsa de Salvaterra
para Soure o valor cai para R$14,50, por veículo.

Ainda segundo
o parlamentar, o Marajó só poderá se desenvolver, de fato, “se entendermos
primeiro que nada se faz na Ilha se não for por meio do transporte fluvial. “Por
tanto, é necessário que se instale na ilha urgente um transporte rápido,
debaixo custo e com qualidade na região”, defende Bordalo.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.