Créditos: Ascom Bordalo

O deputado Bordalo apresentou, em sessão ordinária no dia 09 de dezembro de 2020, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) o Projeto de Decreto Legislativo que homenageia e concede título Honorífico de Honra ao Mérito “Post Mortem” a Leila Maria Santos de Arruda.

Leila Arruda candidatou-se este ano para à prefeitura de Curralinho-PA pelo Partido dos Trabalhadores (PT), filiou-se ao PT aos 20 anos de idade, era formada em pedagogia e foi fundadora e militante do Movimento de Mulheres Empreendedoras da Amazônia (MOEMA).

Engajada nas lutas sociais no município, especialmente nas temáticas de interesse das mulheres, se destacou por desempenhar um papel político na região, além de ser uma mulher lutadora, mas teve sua vida interrompida precocemente.

Leia mais: NOTA – LUTO POR LEILA ARRUDA

Leila foi brutalmente assassinada pelo seu ex-companheiro, em novembro de 2020, mostrando a crescente dos números de mulheres assassinadas no Brasil. Nos primeiros seis meses deste ano, um período de pandemia, 1.890 mulheres foram brutalmente assassinadas. Apontando um aumento de 2% em relação ao mesmo período em 2019, uma grave realidade dos casos de feminicídio no país.

O parlamentar reconhece a importância do trabalho de Leila para a região, a qual movimentou atividades sociais e semeou projetos que incentivaram a emancipação de mulheres. Como o Movimento Filhas de Leila (MFL) um projeto político social que se propõe a fortalecer a união feminina em Curralinho e ser um instrumento de enfrentamento à violência contra a mulher.

Sair da versão mobile