Grito da Estrada Nova denuncia abandono de obras no Jurunas

Sem categoria
Regina Barata e Marquinho Silva lideraram o Ato
O grito da Estrada
Nova, organizado por líderes comunitários e movimentos sociais do Jurunas, chamou
a atenção dos moradores no dia em que Belém completou 400 anos. O Ato foi a
forma de protesto pelo abandono das obras prometidas em campanha pela parceria
Estado e Município.  

Como explicar, por
exemplo, o abandono do Projeto de Macrodrenagem por parte da prefeitura de Belém?
Obra parada há três anos e, segundo um dos organizadores do protesto, o líder
comunitário Marquinho Silva, o prefeito Zenaldo Coutinho não reuniu nenhuma vez
com as comunidades para dizer o que foi feito com os 125 milhões de dólares,
financiados pelo BID, para a conclusão do projeto.

Projeto com obras paradas na Estrada Nova
“O Projeto de
Macrodrenagem da Estrada Nova é amplo, vai muito além dos canais. Envolve
moradia digna, saúde, feiras, educação, segurança. Nosso povo vive num abandono
total, pela falta de compromisso desses governos que estão aí, no Estado e no
município”, criticou Marquinho.

Com relação á saúde,
Marquinho citou o exemplo da obra da UPA do Jurunas, com recursos de 3,8
milhões, do Ministério da Saúde. “A prefeitura de Belém comete crime ao apagar
da placa o inicio e o término da obra e o valor a ser aplicado. A obra da UPA
começou em maio de 2014 e deveria ser entregue no dia 5 de maio do ano passado,
mas se arrasta até hoje, mesmo com recurso garantido”, lamentou.

Estrada Nova abandonada
O grito da Estrada
Nova também contou com a presença da ex-vereadora e ex-deputada Regina Barata,
pré-candidata do PT à prefeitura de Belém. Ela lamentou situação da escola
estadual Marluce Pacheco, no Jurunas. “A obra foi iniciada em 2011 e abandonada
em 2012, com 70% concluída. “Isso é um descaso total com a educação, incompetência
e um crime, uma vez que tudo na escola foi saqueado. Ficaram só as paredes. Uma
vergonha”, criticou Regina.


Lideranças do bairro e Movimentos Sociais denunciaram descaso
A partir do Grito da
Estrada Nova será criado o Fórum Estrada Nova, para dar sequência à luta dos
moradores do Jurunas contra o abandono a que estão submetidos. “Nossa luta só
está começando. Vamos cobrar do governo do Estado, da prefeitura, exigir
respeito. O povo do Jurunas não merece esse descaso”, finalizou Marquinho
Silva.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.