Grande imprensa confunde o que é respeitar DHs

Sem categoria

Blog do Bordalo DITADURA DA MIDIA
Com todo respeito, discordo do sociólgo Jorge Amorim, do blog Na Ilharga, em sua postagem de ontem Hipocrisia, exatamente onde afirma o seguinte, a respeito do editorial de O Liberal também do dia 12/01:

“O Liberal passou o tempo que ela durou defendendo a ditadura militar que, entre outras atrocidades cometidas, suprimiu a liberdade de expressão, Por isso, seu editorial de hoje não passa disso: hipocrisia.E não é porque jornalistas ingênuos não saibam estabelecer nexos entre liberdade e diversos direitos individuais, dentre os quais, o à informação. O referido editorial bate nessa tecla em todo o texto, como comprova um trecho bem curioso em que é dito, “Quando a imprensa descobre e divulga, por exemplo, um caso de corrupção, está diretamente contribuindo para promover os direitos humanos”.Certíssimo. É esse o procedimento padrão que se espera de veículos de comunicação”.

A seguir Jorge Amorim, centra-se na crítica à manipulação da cobertura dos fatos por certo tipo de imprensa.

Minha divergência e que, com certeza, é um dos pontos polêmicos do III PNDH, o que estabeçece a fiscalização do cumprimento dos direitos humanos pela mídia, é que só é verdadeira assertiva do jornal, segundo a qual “quando a imprensa descobre e divulga, por exemplo, um caso de corrupção, está diretamente contribuindo para promover os direitos humanos”, se for respeitado, na cobertura jornalística, os preceitos constitucionais da ampla defesa, do contraditória, da presunção de inocência, do transitado em julgado.

O que parte da imprensa hoje faz, rasgando os direitos humanos e a Constituição Federal, é se auto-atribuir, pelo puro poder econômico e informacional, o status de tribunal de exceção, “apurando” sem ouvir todos os lados, sem respeitar o direito de resposta, julgando, condenando e linchando publicamente cidadãos.

E isso é algo que a medida de controlar o conteúdo midiático, no que tange aos direitos humanos, vem para combater e extirpar da nossa vida social.

Por isso a ABERT chia. Porque se já está ruim de vender jornal hoje, imagina sem o sensacionalismo cotidiano de suas associadas? Imagina sem o poder de extorsão publicitária que hoje possuem?


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.