Governo Dilma destina R$ 18 bi para agricultura familiar

O governo da presidenta Dilma, do PT, aumentou de R$ 9 mil para R$ 20 mil o total que cada
agricultor pode vender direto para o governo. Além disso, os
agricultores familiares vão poder vender para abastecer hospitais
públicos, restaurantes universitários, presídios e quartéis e também
diretamente para os governos estaduais e as prefeituras. O Plano Safra da agricultura familiar 2012.13 vai destinar 18 bilhões de reais em crédito, com juros menores que a inflação.

Leia todo o artigo aqui. Foi publicado no Blog do Planalto.

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/2013 vai destinar R$ 18 bilhões em crédito, com juros menores que a inflação, para financiar o investimento e a produção em mais de 4 milhões de pequenas propriedades rurais em todo o país, afirmou hoje (9) a presidenta Dilma Rousseff , no programa de rádio
Café com a Presidenta.

“Esse Plano Safra é o maior já lançado no país e ele reafirma a importância da agricultura familiar na produção de alimentos, na produção sustentável e para nós crescermos e incluirmos a população que mora na zona rural nos ganhos deste crescimento”, disse.

Segundo a presidenta, o governo ainda irá disponibilizar no Plano Safra mais R$ 4,2 bilhões para garantir o seguro, a assistência técnica e dar apoio à comercialização da agricultura familiar. Os juros para o investimento serão de no máximo 2% ao ano e para o custeio, 4% ao ano.

“Grande parte do feijão, do milho, da mandioca, do leite e das hortaliças consumidas no Brasil vem das mais 4 milhões de pequenas propriedades rurais. Por isso, tenho certeza de que esse Plano Safra é um forte estímulo para a nossa agricultura familiar”.

As compras do governo também são importantes na geração de renda para a agricultura familiar. Como destacou a presidenta, 30% dos alimentos que são servidos na merenda das escolas públicas em todo o país provêm da agricultura familiar.

No Plano Safra deste ano, como salientou Dilma, o governo aumentou de R$ 9 mil para R$ 20 mil o total que cada agricultor pode vender direto para o governo. Além disso, os agricultores familiares vão poder vender para abastecer hospitais públicos, restaurantes universitários, presídios e quartéis e também diretamente para os governos estaduais e as prefeituras.

“O agricultor que produz sabe que sua produção terá comprador e que será vendida por um preço justo. Isso é importante para o produtor, mas é bom também para os órgãos públicos, que vão comprar produtos de qualidade, frescos, saudáveis e sem intermediários”


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.