Fim do seguro DPVAT deixará vítimas de acidentes de trânsito sem assitência

Sem categoria

O Presidente Jair Bolsonaro assinou uma Medida Provisória (MP) que extingue o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores. Para o deputado Bordalo (PT-PA) mais uma vez o Governo Federal retira medidas e estruturas sociais que amparam a população brasileira.

A MP foi assinada ontem, segunda-feira (11), e passará a vigorar em 2020. O parlamentar se pronunciou nesta terça-feira (12) na tribuna do plenário Newton Miranda da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (ALEPA) e rebateu as justificativas dadas pelo Governo.

“Na justificativa da medida a população não ficará desamparada, ora vai ter muito desamparo para os cidadãos. O DPVAT [Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres] tem aparado milhares de vítimas no Brasil. Imagina que alguém que sofre um acidente e que precisa, no exato momento, ser removido para um atendimento de urgência e emergência qualificada vai entrar na fila do SUS? quando abrir um atendimento ele já estará morto!”, falou indignado.

Com a MP o governo vai embolsar R$ 4,7 bilhões. Isso porque o valor total contabilizado no Consórcio do DPVAT é de cerca de R$ 8,9 bilhões. No entanto, de acordo com próprio Palácio do Planalto, o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas até 2025, prazo da MP para encerrar o seguro, é de aproximadamente R$ 4,2 bilhões.

O valor restante, cerca de R$ 4,7 bilhões, não tem previsão legal e será destinado à Conta Única do Tesouro Nacional.

O anuncio do fim do seguro DPVAT no mês de novembro se torna simbólico, visto que no próximo domingo, dia 17 de novembro, é comemorado o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito. No Pará o Dia Estadual dedicado à memória das vítimas da violência sobre rodas foi promulgado por meio da Lei Nº 7.481, de 25 de novembro de 2010, de autoria do deputado Bordalo.

O QUE É o DPVAT?

Todas as vítimas de um acidente causado por um veículo automotor, ou por sua carga, em vias terrestres – do motorista aos passageiros até os pedestres, ou seus beneficiários, no caso de morte do acidentado – têm direito a receber a indenização do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

As indenizações são pagas individualmente e não dependem da apuração dos culpados. Mesmo que o veículo que causou o acidente não esteja em dia com o pagamento do DPVAT ou não possa ser identificado, toda vítima tem direito à indenização.

QUEM TEM DIREITO?

Por se tratar de um seguro de responsabilidade civil obrigatório, o DPVAT garante o direito de indenização às vítimas de acidentes de trânsito, por morte e invalidez permanente total ou parcial, além do reembolso das despesas médicas e hospitalares.

Por exemplo, numa batida entre dois veículos, cada um deles com três ocupantes, além de dois pedestres atingidos, todas as oito pessoas têm direito à indenização ou reembolso, separadamente, desde que tenham se machucado e se enquadrem nas coberturas do DPVAT (morte, invalidez permanente e despesas médicas).

O DPVAT não paga indenizações para prejuízos a bens materiais, provenientes de roubo, furto, colisão e incêndio ocorridos com o veículo, nem despesas decorrentes de ações judiciais movidas contra quem causou, voluntariamente ou não, o acidente.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.