FHC não faz mea-culpa das privatizações

Sem categoria

Blog do Bordalo FHC eo tio sam
Por Zé Dirceu, no blog dele

Inicialmente se podia pensar que fosse um mea-culpa, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ter se lamentado com amigos e a uma revista quinzenal de economia sobre as privatizações em seu governo. Mas, ao contrário do que se possa imaginar, FHC não fez uma autocrítica. Ele se recriminou por ter dado participação aos fundos de pensão das estatais nas empresas privatizadas.

FHC sequer falou do desastre da privatização no setor elétrico – que nos levou ao apagão de 2001 – ou das denúncias de tráfico de influências nas teles. Tampouco reconheceu que esses fundos de pensão (propriedade de funcionários) em todo mundo, seja nos Estados Unidos, seja na Alemanha (para ficar em dois exemplos) participam de empresas via investimentos. Isso só revela o quanto a posição do ex-presidente é atrasada.

À revista ele diz que “criou um monstro” porque os fundos estão dominados pela política partidária e pelo sindicalismo. Como se isso, de per si, fosse condenável! Ele foi por aí para esconder que em seu governo os fundos foram dominados pelo interesse privado, capturados por grupos econômicos que os manipularam à vontade nas privatizações – “até o limite da irresponsabilidade” como disse em conversa telefônica.

Aí estão as gravações, inclusive as feitas com o próprio presidente FHC, para comprovar. Foi o governo Lula que devolveu aos fundos uma gestão pública eficiente, boa governança e transparência com resultados para quem quiser ver.

Hoje os Fundos são um “case” de sucesso e seu bom gerenciamento dá alta rentabilidade. Foram saneados, sua administração profissionalizada e seus recursos bem geridos. Atuam dentro de uma estratégia de desenvolvimento nacional que é diretriz política do governo e do país, e não movidos e controlados por interesses de alguns grupos privados. É muito triste ver FHC condenar-se pela única ação positiva que imprimiu nas privatizações – a participação dos fundos de pensão nas empresas privatizadas.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.