FARC, MPE, imprensa, liberdade e direitos

Blog do Bordalo capacho dos frias

Não costumo ler pelo conteúdo deplorável, que mistura mentira, imaginação e meia notícia, mas peguei um link errado e passei no blog do Josias de Souza, empregado da família Frias, que é dona da FSP (Folha de São Paulo ou Força Serra Presidente, a gosto do leitor). Só confirmei minhas convicções que me fizeram expor esse blogroll progressista na barra lateral do nosso blog.

O funcionário da família paulista abordou hoje os dois debates mais quentes da semana: as acusações do vice de Serra de que o PT teria ligações com as FARC, feitas num blog do PSDB, e a intenção correta, legítima e democrática do nosso partido representar contra o Índio e a procuradora eleitoral Sandra Cureau, que tem usado o cargo a serviço do candidato tucano.

Ao falar do processo contra índio, que hoje se retratou, Josias diz: “O partido de Dilma recorda na petição que, além da veiculação no portal do PSDB, a entrevista foi “noticiada na página eletrônica do jornal Folha de S.Paulo. E inclui na ação um pedido com cheiro de censura. Deseja que o TSE determine à Folha.com que retire do ar o link que conduz ao vídeo com um “trecho da ofensa. Trata-se justamente do trecho em que Índio vincula o PT ao narcotráfico e às Farc, o grupo guerrilheiro da Colômbia. Ao reproduzir a imagem, exposta também no portal do UOL e aqui no blog, a Folha.com não fez senão levar notícia ao internauta”. Quanto cinismo!

Mais abaixo, arremata: “O pedido do PT, por esdrúxulo, como que tenta antecipar a vigência de um pedaço do programa de governo de Dilma que o próprio partido retirou, às pressas, do TSE”. Cabe corrigir: retirou porque não contemplava a contribuição do PMDB e não porque tentou esconder alguma coisa.

Cara de pau sem óleo de peroba

O blogueiro conservador deixa bem claro qual liberdade de imprensa é pago para defender: aquela que tudo pode à despeito da sociedade e das pessoas e que, privada, familiar e refém de anunciantes particulares, quer ter o reconhecimento de que é a voz da opinião pública! Na verdade, tudo reflexo da queda vertiginosa da venda desses jornalecos e a entrada em cena da blogsfera progressista.

O pior de tudo foi a declaração de Serra passando recibo para as leviandades de Índio, usando a imprensa como fiadora: “”A ligação do PT é com as Forças Armadas Revolucionárias Colombianas…Mas isso todo mundo sabe, tem muitas reportagens, tem muita coisa”.

Naturalmente tem muita reportagem: no sistema Globo, Veja, Estadão e Folha, que sobrevivem ainda pelas assinaturas públicas que são feitas pelos governos do PSDB/DEM e, em troca, se conformam como o grande partido de oposição do Brasil.

Para tucanos, exercer direitos é contra a liberdade

Quanto à procuradora Cureau, representar contra abuso de autoridade como vai fazer o PT não é intimidar nenhuma pessoa, muito menos um membro do MPF. Caso contrário não existiriam o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Eles existem para, entre outras funções e atribuições, exatamente impedir o abuso de autoridade e ela já chegou ao ponto de elogiar descaradamente José Serra e declarar a possibilidade de cassar o registro da candidatura da Dilma. Alguém tem que por limites nessa senhora: a lei.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.