Segundo os estudantes, o prédio tem enfrentado problemas graves, que prejudicam o andamento das aulas: infiltrações, goteiras, rede elétrica precária, mofo e ar condicionados quebrados. Segundo o professor Edilon Coelho, a última reforma foi realizada há 20 anos. “Quando chove, falta energia elétrica, a escola fica alagada e no escuro”, disseram os alunos. Algumas salas […]

Estudantes denunciam precariedade da Escola Paes de Carvalho

Sem categoria

Segundo os estudantes, o prédio tem enfrentado problemas graves, que prejudicam o andamento das aulas: infiltrações, goteiras, rede elétrica precária, mofo e ar condicionados quebrados. Segundo o professor Edilon Coelho, a última reforma foi realizada há 20 anos. “Quando chove, falta energia elétrica, a escola fica alagada e no escuro”, disseram os alunos. Algumas salas de aula estão sem energia elétrica há mais de duas semanas.

Mais antiga instituição de ensino do Pará em funcionamento, o Paes de Carvalho tem 2,5 mil alunos divididos em três turnos. “Infelizmente os estudantes não têm muitas chances de ingressar na universidade devido à precariedade da escola, que está literalmente caindo na cabeça dos alunos”, lamentou o professor.

A comissão também denunciou a falta de merenda escolar. “Passamos muito tempo sem merenda e, quando finalmente conseguimos, os alimentos vieram contaminados com larvas”, contou o estudante Eduardo Maciel. “Nossa escola tem cupim, rato e barata. É enorme o descaso com que somos tratados”, completou.

De acordo com o professor Edilon Coelho, a comunidade estudantil já realizou uma série de manifestações, recorrendo outras vezes à Assembleia Legislativa do Pará e também à Secretaria de Estado de Educação (Seduc). “Em janeiro deste ano, ficamos um dia inteiro acampados na Seduc. Nos disseram que o dinheiro para a reforma já havia sido liberado, mas até agora nada aconteceu. Infelizmente, a Seduc promete, mas não cumpre. Estamos cansados”, lamentou.

A biblioteca da escola estava fechada há cinco anos e foi reaberta por iniciativa dos próprios alunos, mas precisa urgentemente de reforma e higienização dos livros e documentos arquivados.

O deputado Carlos Bordalo determinou que a Comissão de Direitos Humanos visite o Paes de Carvalho na próxima semana e reúna todos os documentos necessários para a produção de um dossiê sobre a situação da escola. “Também faremos uma diligência ao colégio para verificar tudo isso de perto. Não posso prometer uma reforma, pois isso não cabe ao poder legislativo, mas me comprometo a reforçar a luta dos estudantes por melhores condições”, disse o parlamentar.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.