Dilma lança o Pronacampo para dar mais oportunidades de estudo a quem mora no campo

 Ontem
foi lançado no Palácio do Planalto pela presidenta Dilma e ministro da
Educação Mercadante o Pronacampo – Programa Nacional de Educação no
Campo, que terá investimento de R$ 1,8 bilhão por ano

para custeio de uma política de educação para quem vive no campo. 



Segundo dados do Ministério da Educação, 23,18% da população rural com mais de 15 anos é analfabeta e 50,95% não concluiu o ensino fundamental. No
campo vivem 30 milhões de pessoas. O Brasil tem a segunda agricultura
do mundo, produz US$ 300 bilhões, exporta quase US$ 95 bilhões e não há
uma política específica de educação para os jovens que vivem no campo. O Pronacampo é criado para reverter essa exclusão histórica.

A outra meta é levar
internet e informatizar as escolas no campo. Hoje, 90% das escolas não
têm acesso à internet. Serão instalados laboratórios de informática em
20 mil escolas rurais e pontos de acesso à internet em 10 mil escolas
até 2014. 3 milhões de estudantes receberão material didático
relacionado à realidade do campo. Serão construídas 3 mil escolas e
adquiridos 8 mil ônibus escolares. Oferta de 120 mil bolsas de estudo do
Pronatec Campo.

Em Santarém,
governada pela companheira petista Maria do carmo, ontem foi inaugurada
a escola Agroecológica do Campo, em Alter do Chão, uma escola em tempo
integral para crianças das comunidades rurais que começou a funcionar
com uma turma e em agosto vai funcionar com 8 turmas. Em nível
federal temos o lançamento do Pronacampo pela presidenta Dilma. Em nível
municipal, uma prefeitura petista lança uma escola em tempo integral
para o campo. E no Estado do Pará, qual a iniciativa do governo Jatene
nessa linha de levar educação ao morador da áreaa rural?



 Leia a seguir a notícia do Pronacampo, no Blog do Planalto:

 A
presidenta Dilma lançou hoje o Programa Nacional de Educação no Campo –
Pronacampo, que oferece apoio técnico e financeiro aos estados,
Distrito Federal e municípios para implementação da política de educação
do campo, atendendo escolas rurais e quilombolas. O investimento anual
do programa será de R$1,8 bilhão.




“Dentro
da nossa estratégia de combate à miséria, junto com o Bolsa Família, a
nossa busca ativa, este programa é um dos eixos estratégicos porque
aposta não só em retirar as pessoas das condições de miséria a que foram
condenadas durante décadas, mas implica sobretudo em garantir que as
gerações futuras terão um outro tipo de horizonte de oportunidades à sua
frente”, disse a presidenta, em solenidade no Palácio do Planalto.




Serão
criados o Programa Nacional do Livro Didático – em que três milhões de
estudantes receberão material relacionado à realidade do campo – e o
Mais Educação, que oferecerá diversas atividades pedagógicas.




A
formação de professores também receberá atenção especial, com oferta de
aperfeiçoamento para profissionais do campo e de escolas quilombolas.
Para desenvolver a educação de jovens e adultos e a educação
profissional e tecnológica, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino
Técnico e Emprego Campo apoiará a inclusão social dos jovens e
trabalhadores do campo, destinando 120 mil bolsas de estudo.




Quanto
ao eixo de infraestrutura física e tecnológica, o programa apoiará a
construção de três mil escolas e a aquisição de oito mil ônibus
escolares, além de promover a educação digital e o uso pedagógico da
informática por meio da instalação de recursos digitais em 20 mil
centros educacionais até 2014.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.