Dia 13, nova audiência da CPI do Tráfico Humanos. Precisamos combater e acabar com essa rede!

Blog do Bordalo SAM 5635

 

Depois de amanhã, 13 de julho, a partir das 9 horas, no Auditório João Batista da Assembleia Legislativa do Pará, haverá nova audiência pública e a CPI do Tráfico Humano ouvirá Antônio Sérgio Araújo Nascimento (Sérgio Ventania), Proprietário do Clube Vila Rica e Daiane Flávia Silva(SP), ambos denunciados no Caso Praia Grande, que trata de crianças paraenses que foram encontradas em situação degradante no Estado de São Paulo, supostamente traficadas para fins esportivos. 

Nessa mesma audiência pública será ouvida, como convidada, a delegada de Polícia Civil Vanessa Pinto Araújo, Titular da Delegacia de Bragança/PA, acerca de denúncias de tráfico naquele município.

Ressalto que é de suma importância a participação a sociedade paraense, movimentos sociais, estudantis nessas audiências públicas, pois o tráfico humano é uma chaga aberta nos lares paraenses, brasileiros e essa chaga precisa fechar. O pesadelo do tráfico humano não começa como uma chaga e sim como um sonho. Para os meninos de 15 a 17 anos, o sonho vem em forma de promessa de um passaporte futebolístico que os levará a se tornar, num futuro breve, um Paulo Henrique Ganso.

Como funciona o tráfico – Aos poucos, à medida em que vão acontecendo as oitivas, nós que integramos a CPI, vamos nos assenhoreando do sistema do tráfico humano. Na quinta-feira  passada, dia 7 de julho,em mais audiência pública na CPI, pudemos ouvir e confirmar que muitos meninos de 15 a 17 anos são deslocados de municípios do Pará como Marabá, Itupiranga, São João do Araguaia, Rondon, Abel Figueiredo para São Paulo sem a devida proteção legal, asseguradas apenas através de procurações precárias assinadas por um de seus responsáveis. E fato mais grave ainda: as procurações somente são emitidas dois meses depois dos meninos serem aprovados nos testes já na cidade de destino. Ou seja, o deslocamento se dá ao arrepio da Lei. 
Praia Grande – Na audiência do dia 7, ouvimos mais um importante personagem do Caso Praia Grande, em que reportagem veiculada na Tv Record de São Paulo, mostrou doze crianças que foram encontradas em uma residência à Rua Marechar Eurico Gaspar Dutra nº 1016 oriundas do nosso Pará. E só foi possível chegar até elas, graças a denúncias recebidas no Conselho Tutelar de Praia Grande.


Marcos Vinicius Cardoso Moura, titular da empresa PROFUTBOL de São Paulo e que atua no agenciamento e treinamento de meninos para fins esportivos, foi citado em inquérito Civil Público na cidade de Praia Grande (SP), por abrigar crianças em local inadequado, sem energia elétrica e sem alimentação inadequada. Principalmente, sem a correspondente Guarda Judicial do Juiz da Vara da Infância.


Ao final da audiência pública do dia 7, ficou bem evidente a existência de uma rede nacional ligando o Estado do Pará a São Paulo. Rede essa que captura crianças de 15 a 17 anos, seduzidas ao maravilhoso mundo do futebol, através de peneiras que são aqueles jogos rápidos de futebol em que são descobertos os talentos. Os meninos são cooptados com esse sonho de entrar para grandes times de futebol de São Paulo, iniciando em categorias de base da Portuguesa Santista.



Não é o que acontece e a realidade é que os meninos ficam ao desabrigo, desassistidos, como a imprensa tem noticiado.
A sociedade paraense precisa tomar conta desse debate, participar e auxiliar a CPI a acabar com o tráfico humano. Por isso, solicito que vocês participem da próxima audiência pública, dia 13. (fotos da audiência do dia 7)

var addthis_config = {“data_track_clickback”:true};


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.