CPI da Hydro visitará comunidades atingidas na próxima segunda-feira

Sem categoria


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre os danos ambientais de Barcarena realizou, nesta terça-feira (27), sua primeira reunião, na qual foi definido o Plano de Trabalho. Presidida pelo deputado estadual Neil (PSD) e com relatoria de Celso Sabino (PSDB), ambos da base governista, a CPI reúne ainda outros cinco deputados:  Carlos Bordalo (PT), Eliel Faustino (DEM), Tércio (PROS), José Scaff (MDB) e Miro Sanova (PDT). 

A primeira atividade externa será uma visita in loco às regiões afetadas, marcada para a próxima segunda-feira, dia 02 de abril. E na terça-feira, dia 03, começam a ser ouvidas as primeiras testemunhas. Por sua experiência em três CPIs – sobre tráfico humano, pedofilia e milícias, o deputado Bordalo apresentou uma sugestão de Plano de Trabalho, que foi aprovada integralmente. 

“Minhas contribuições visam estruturar um trabalho que, de fato, levem esta CPI a cumprir as perspectivas e os anseios do povo do Pará. Precisamos saber a quem cabe a responsabilidade pelo desastre ambiental de Barcarena, em que condições foram dadas estas licenças e como as comunidades, ao longo destes anos, acumularam tanto passivo social. Não é possivel que, até hoje, essas comunidades não tenham água potável e cuidados mínimos com a saúde. Para nossa grata surpresa, o relator acatou nossas propostas. Espero que a CPI cumpra seu dever, que é investigar, doa a quem doer, e ajudar, com suas recomendações, a redesenhar o modelo de exploração minerária no Pará. É preciso que o Pará ganhe com tanta riqueza que se leva dele, que seu povo não amargue tanta miséria e tanto abandono, como vem amargando até hoje”, disse o parlamentar. 

Entre os objetivos específicos da CPI estão: determinar a extensão dos danos ambientais causados à Bacia do Rio Pará, estabelecendo nexo entre os danos e as origens das contaminações ora encontradas e o impacto destas contaminações sobre o meio ambiente, comprometendo terras agricultáveis, mananciais pesqueiros e água potável; determinar a amplitude da contaminação sobre a população e quais as medidas de saúde pública recomendáveis ao tratamento dos atingidos; determinar a eficácia dos processos de licenciamento ambiental dos empreendimentos efetiva e potencialmente poluidores instalados em Barcarena, entre outros. 

Durante as apurações, serão ouvidos pesquisadores da UFPA e do Instituto Evandro Chagas, que têm reconhecidas pesquisas sobre o caso, assim como autoridades estaduais e municipais, promotores de Justiça, diretores da Hydro e representantes das comunidades atingidas, como Bom Futuro e São Sebastião de Burajuba, além de entidades como Cainquiama, Fetagri e MAB.  

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.