Carlos Bordalo se posiciona contra a violência no campo

Sem categoria
O deputado Carlos Bordalo (PT),
presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia
Legislativa do Pará, solicitou ao Ministério Público e à Polícia Civil do Pará
celeridade no processo que investiga as agressões sofridas pelos produtores
rurais Jorge Martins dos Santos e Thiago Sales dos Santos, em Canaã dos
Carajás, no último dia 27 de fevereiro, por funcionários da Prosegur, empresa
terceirizada da Vale. O pronunciamento foi feito nesta quarta-feira, dia 09 de
março.
O produtor rural Jorge Martins
dos Santos e seu filho Thiago Sales dos Santos, vizinhos de uma área
pertencente à mineradora Vale, denunciam que foram agredidos por seguranças da
empresa Prosegur, no município de Canãa dos Carajás, sudeste do Pará. O
conflito ocorreu numa região em litígio, onde a Vale desenvolve projetos de
mineração milionários, como o recém-inaugurado S11D.  A notícia causou
revolta.
Em depoimento à polícia, os
agricultores relataram que estavam consertando uma cerca na propriedade rural
para evitar que o gado saísse. A área faz divisa com a fazenda Boa Sorte, onde
está instalado o Projeto S11D, da mineradora. De forma violenta, os seguranças
passaram a agredir fisicamente e verbalmente os trabalhadores rurais, sem
chance de defesa. No relato, informaram que a cerca deveria ser construída pela
mineradora em virtude de acordo para permitir a passagem do ramal ferroviário
que liga o S11D à Estrada de Ferro Carajás. A Vale, por sua vez, apresenta
versão diferente: alega que houve uma tentativa de invasão em sua área por um grupo
liderado por Jorge.
Enquanto os conflitos não se
resolvem, o clima de tensão é constante na área. Reportagem veiculada pelo
jornal El País, no dia 03 de março, relata que agricultores acampados são
perseguidos pela mineradora e vigiados até por drones e helicópteros.
“São muitos os relatos de
trabalhadores que já foram impiedosamente humilhados e molestados por estes
seguranças. A prática comum é ameaçar, tomar os pertences, humilhá-los,
colocá-los no veículo e levá-los para a delegacia de polícia”, afirmam os
sem-terra de quatro acampamentos em área da Vale, que divulgaram uma nota após
o ocorrido, assinada em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores e
Trabalhadoras Rurais de Canaã dos Carajás, o Centro de Educação, Pesquisa e
Assessoria Sindical e Popular e o Movimento em Defesa de Territórios Livres de
Mineração.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.