Bordalo repudia assassinato de radialista em Bragança

Sem categoria
O radialista Jairo Souza, da Rádio Pérola FM, de Bragança, região nordeste do Pará, foi assassinado na manhã desta quinta-feira (21). Segundo informações divulgadas pela imprensa, o crime ocorreu por volta de cinco horas da manhã, quando ele chegava na emissora. O deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, está em Bragança, para coordenar reunião de trabalho com a  sociedade civil organizada e órgãos do Estado das áreas de segurança e cidadania. Ao saber do ocorrido, o parlamentar se pronunciou repudiando a violência e cobrando medidas urgentes para a apuração rigorosa do caso e punição aos envolvidos. 

“O assassinato brutal ocorreu na porta da rádio Pérola FM, onde o radialista exercia seu oficio. Mais um crime violento, com características de execução a mando. Definitivamente, a barbárie se instalou no Pará”, disse o deputado Bordalo. 

Ainda segundo a imprensa, Jairo Sousa, 43 anos, foi surpreendido em frente ao edifício Nunes Bastos por uma pessoa que atirou duas vezes contra ele. O radialista chegou a ser socorrido por populares e levado ao Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria, mas não resistiu aos ferimentos. Jairo apresentava o programa “Pérola Show”, de 5h às 9h, e era conhecido por denunciar esquemas de corrupção. Segundo a comunidade, já se sabia que o radialista vinha sofrendo ameaças. 

Ranking

O Brasil é o segundo país da América Latina com mais jornalistas assassinados. De acordo com a ONG Repórteres sem Fronteiras, 26 repórteres foram mortos no país, entre 2010 e 2017, deixando o Brasil na 102° posição no ranking mundial que avalia a liberdade de imprensa.   

O número coloca o Brasil atrás apenas do México, com 52 assassinatos de profissionais de imprensa no período. A ONG leva em conta apenas casos em que é possível ligar diretamente o crime com a prática do jornalismo.

Somente entre 2016 e 2017, quatro jornalistas foram mortos no país: Luiz Gustavo Silva, blogueiro morto em Aquiraz (CE), após publicar notícias sobre um assassinato; Maurício Santos Rosa, dono do jornal mineiro O Grito; João Miranda do Carmo, que fazia críticas em seu site ao prefeito de Santo Antônio do Descoberto, nos arredores de Brasília; e João Valdecir Borba, radialista do Paraná.

Além dos crimes de assassinato, a RSF também mostrou preocupação com o número de casos de ameaça e intimidação contra os profissionais. Foram cerca de 99 casos no Brasil no ano passado. No início de abril, a sede de um jornal no litoral do Paraná foi alvejada por tiros. 

O ranking, publicado pela ONG anualmente desde 2002, também avalia parâmetros como a concentração da propriedade dos meios de comunicação e as leis que regem o setor. 

Para Emmanuel Colomblé, diretor da RSF para a América Latina, dois motivos ameaçam a liberdade de imprensa no país: a concentração da propriedade dos meios de comunicação e falta de amparo do poder público aos profissionais, que acarreta no aumento dos casos de violência.

De acordo com o RSF, algumas coberturas particularmente complicadas prejudicam a posição do Brasil, como as pautas ligadas a segurança pública e aos direitos humanos nas regiões de periferias ou favelas de grandes cidades. Outro ponto de preocupação é a cobertura de manifestações, que se tornaram cada vez mais comuns na região desde 2013.

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.