Bordalo cobra rigor na apuração de assassinato de líder quilombola

Sem categoria




Foto: Reprodução Diário do Pará 

O deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), manifestou nesta terça-feira (13), na tribuna do parlamento paraense, votos de pesar à Associação dos Caboclos, Indígenas e Quilombolas da Amazônia (CAINQUIAMA), localizada em Barcarena, pelo assassinato do tesoureiro da entidade, Paulo Sérgio Almeida Nascimento, na última segunda-feira (12). 

Bordalo também pediu à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e à Delegacia de Barcarena celeridade no processo de investigação para esclarecer o assassinato, com a punição dos culpados no rigor da Lei. O pedido foi encaminhado também à Câmara dos Vereadores de Barcarena, Ministério Público do Estado, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH). 

“A Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará se solidariza e se junta à luta por justiça da Associação dos Caboclos, Indígenas e Quilombolas da Amazônia (CAINQUIAMA), que perdeu seu diretor nesta segunda-feira, dia 12, brutalmente assassinado no município de Barcarena. A violência no Estado do Pará se tornou uma epidemia. Ninguém se sente e nem está seguro neste Estado, não importa se na cidade ou na zona rural”, declarou o parlamentar.

Paulo Sérgio era líder atuante e engajado nas causas coletivas de Barcarena. Era um dos porta-vozes da comunidade e por muitas vezes cobrou da Prefeitura informações sobre a autorização da mineradora Hydro para a construção das bacias de rejeito. “Sua maior preocupação era com os impactos ambientais e sociais resultantes da atuação da empresa em seu município”, lembrou o deputado. 

De acordo com o Ministério Público do Estado, os representantes da associação vinham sofrendo ameaças de policiais. O Promotor de Justiça Militar Armando Brasil protocolou, em janeiro de 2018, um pedido à Secretaria de Segurança Pública do Estado (Segup), solicitando proteção aos membros da associação que estariam sendo ameaçados e perseguidos, mas o pedido foi negado pelo então Secretário de Segurança Pública (Segup).
“Líder atuante, Paulo Sérgio tinha uma longa história de luta pelos direitos dos caboclos, indígenas e quilombolas no Pará e, certamente, sua morte é uma grande perda para a comunidade do município de Barcarena e para o Pará”, destacou. 

Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.