Bordalo cobra medidas de combate à violência após chacina do Tapanã

Sem categoria
Foto: Reprodução Diário On Line

A chacina do Tapanã, que resultou na morte de oito pessoas nesta segunda-feira (29), foi tema de pronunciamento do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, durante a sessão ordinária desta terça-feira (30). 

O parlamentar apresentou requerimento convidando o Secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Luiz Fernandes Rocha, e o Delegado Geral da Polícia Civil, Cláudio Galeno, para que apresentem esclarecimentos sobre a apuração da Chacina do Tapanã, assim como os indicadores que atestam o controle e a diminuição do número de homicídios dolosos no Estado e as estratégias utilizadas no enfrentamento à criminalidade pelo Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (SIEDS). A audiência será realizada na próxima quarta-feira, dia 07 de novembro, na Alepa, após a sessão ordinária, às 13h, na sala dos ex-presidentes. 

“Não há lugar seguro em Belém e nem na região metropolitana. Na verdade, o Estado inteiro sofre com a falta de segurança. A situação exige medidas urgentes. Essa barbárie não pode se impor e prosperar. Nosso caminho terá que ser sempre a civilização e a humanidade”, disse o parlamentar durante o pronunciamento. “A população é refém do toque de recolher diário. Todos os dias ouvimos relatos de vítimas de assaltos nos ônibus, supermercados, farmácias, ruas e até sequestros relâmpagos. É inaceitável o nível da violência urbana”.  

“Diante deste cenário e considerando que o Poder Legislativo não pode se furtar de fiscalizar, acompanhar e cobrar medidas eficazes para conter a onda de violência que atinge todo o Estado, solicito que seja convidada a cúpula da Segurança Pública do Estado do Pará para que apresentem a esta Assembleia Legislativa os indicadores que atestam o controle e a diminuição do número de homicídios dolosos no Estado e, principalmente, as estratégias utilizadas no enfrentamento à criminalidade pelo Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (SIEDS) bem como um diagnóstico da criminalidade em todo o Pará e urgência na apuração da Chacina do Tapanã”, reiterou o deputado Bordalo. 

De acordo com a Segup, 11 pessoas foram baleadas, sendo que cinco vítimas morreram nos locais dos crimes e outras três morreram em hospitais. Os crimes ocorreram no final da tarde. Testemunhas contaram à polícia que quatro criminosos chegaram em duas motos, efetuaram vários disparos e fugiram. Os crimes têm características de execução. Peritos do Intituto Médico Legal (IML) informaram que uma das vítimas levou seis tiros.

Segundo o Instituto de Pesquisas Aplicadas (Ipea) em parceria como Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Belém assumiu o triste título de capital mais violenta do Brasil. Segundo o Atlas da Violência 2018, em 2015, a capital paraense era a quarta mais perigosa, com 61,8 homicídios/100 mil moradores.     






Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Você se inscreveu com sucesso na newsletter

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Blog do Bordalo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.