Aparelhagens agora são patrimônio cultural

Blog do Bordalo apa
Além da boa notícia sobre o TCE, fico feliz também porque os deputados aprovaram em 1º turno um projeto de lei de minha autoria que declara como patrimônio cultural e artístico do Pará as aparelhagens de som e seus símbolos.

Infelizmente, o deputado Bosco Gabriel (PSDB), em discurso veemente, manifestou-se contrário, provavelmente por preconceito, especialmente contra a cultura popular e a das pessoas de baixa renda, embora as aparelhagens sejam queridas por todas as faixas sociais.

A aprovação ocorreu com a declaração de voto de minerva do presidente Domingos Juvenil (PMDB), haja vista que a votação em plenário acabou com um empate técnico de 13 votos. Após acordo estabelecido vamos formular uma emenda designando um ritmo musical (brega) a ser declarado como patrimônio.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. Criiido!!! pq não fez projeto pra tornar as guitarradas patrimonio cultural???

    Permalink
  2. Valeu dpeutado, a nossa cultura precisa desse apoio!

    Permalink
  3. Bordalo,
    os preconceituosos de plantão tem que saber que o tecnobrega é cultura nossa, do nosso povo, da nossa gentee tem que ser valorizado. Parabéns!

    Permalink
  4. Grande Juvenil, herói do brega, pé de valsa lá das bandas de Altamira! hehehe

    Permalink
  5. Gosto cada um tem o seu, mas na política cultural tem que ser PARAENSE na hora de votar.

    Permalink
  6. esse Bosco gabriel deve ser um empoladinho que só ouve lixo estrangeiro.

    Permalink
  7. Mais um projeto, deputado?
    Isso que é parlamentar bom, ativo, que mostra serviço naturalmente. O sr só orgulha o Pará. Espero pelo dia que vc se torne prefeito de Belém!!!!

    Permalink
  8. Com certeza o nobre deputado não mora perto de nenhum lugar onde estão montadas essas aparelhagens…

    Permalink
  9. Me surpreende muito a elaboração deste projeto, quero parabenizá-lo por isso, pois sou fã de carteirinha do tecnobrega e concordo que este ritmo assim como outros precisam de um apoio como este! Temos que valorizar o que é nosso, gostem ou não, é uma cultura sim! e precisa ser reconhecida como tal! Parabéns!!Talvez essa aprovação contribua para a mudança da imagem das festas, pois a violência e as dorgas é um problema cada vez mais sério e sabemos que existem em diversos locais, por ser um problema social, porém nem todos que frequentam as festas são violentos, usuários ou traficantes!Precisamos mudar esse quadro, e a valorização do ritmo já é o início de algo!

    Permalink
  10. Me surpreende muito a elaboração deste projeto, quero parabenizá-lo por isso, pois sou fã de carteirinha do tecnobrega e concordo que este ritmo assim como outros precisam de um apoio como este! Temos que valorizar o que é nosso, gostem ou não, é uma cultura sim! e precisa ser reconhecida como tal! Parabéns!!Talvez essa aprovação contribua para a mudança da imagem das festas, pois a violência e as dorgas é um problema cada vez mais sério e sabemos que existem em diversos locais, por ser um problema social, porém nem todos que frequentam as festas são violentos, usuários ou traficantes!Precisamos mudar esse quadro, e a valorização do ritmo já é o início de algo!

    Permalink
  11. Dep. Bordalo.

    Em se falando de patrimônio cultural é importantissímo levar em consideração o aspecto temporal da manifestação.
    O tecnobrega é uma manifestação cultural muito recente e ainda não merece o status de patrimônio cultural…Existem outras linguagens que atendem melhor ao perfil da proposta.
    As Aparelhagens sim, com certeza, pela sua tragetória histórica se posiciona e é consumida enquanto uma opção cultural do povo paraense desde os anos 60. A titulo de informação, as aparelhagens surgem enquanto manifestação cultural popular apenas em dois Estados da Federação: Pará e Maranhão (Radiola) e cada qual, com o seu perfil.
    Então, Deputado, o tecnobrega precisa maturar-se no cadinho do tempo, haja vista, existir a menos de 10 anos. Outras manifestações de cunho tradicional encontram-se aí abandonadas e sem ter reconhecida o seu devido valor.
    Espero que não seja apenas um projeto de última hora, voltado apenas para agradar uma fatia do eleitorado. Acredito na sua responsabilidade política…..

    Permalink
  12. Deputado, parece que o senhor não anda pelo interior do Estado, senão, optaria por outro patrimônio com a nossa identidade. Vamos combinar que Aparelhagem tem em todo o país e eu espero que alguma dessas belezuras daqui toque o dia inteirinho próximo de onde o Sr. mora. Depois disso, nós conversamos. Tudo bem assim? Por favor, sou seu eleitor mas não me decepcione.

    Permalink
  13. eu voltei no senhor bando de musicas internacionais é so plagio, que voto ne deputado tomra que o senhor nao se reeleja no proximo mandato
    eu sei que esse comentario nao vai fica brega bom era do passado que nao fazia palgio de musicas internacionais

    Permalink
  14. Os penúltimo e último comentário foram infelizes, pois talvez não conheção o que é aparelhagem. Essa pessoa aí não tem cultura, como paraense de verdade. Mas deixo um recado. O RUBI A NAVE DO SOM SURGIO DIA 13 DE AGOSTO DE 1951, NA DÉCADA DE 50, ONDE HAVIA GRANDE REPRESSÃO E PRECONCEITO CONTRA A NOSSA CULTURA, POI A MESMA TINHA PRECONCEITO COM OS NOSSOS CONTERRÂNEOS. E HOJE O RUBI FARÁ, VESPERA DO CÍRIO QUE É OUTRA TRADIÇÃO, 59 ANOS COMO PIONEIRO DAS APARELHAGENS. EMTÃO VAI AÍ O RECADO PROS DESCULTURADOS DE PLANTÃO. ALÉM DISSO, AINDA SÃO PARAENSES E TENHO CERTEZA Q SÓ GOSTAM DE MÚSICA INTERNACIONAL QUE NEM SABEM O Q O CARA TÁ TOCANDO OU EXPRESSANDO.VAAAAAAAAAAALLLLLLEEEEEUUUUU!!!!!!!!

    Permalink
  15. deputado, vc fez uma coisa morfenomenal acertou em cheio quero parabenizar vc por esse ato eroico que tombou as aparelhagens como patrimonio cultural certo mas uma vitória ao povo paraense. e as pessoas que se julgam ser paraenses preste bastante atenção: dêem valor no que e nosso agora nosso por direito aprendam a respeitar nosso patrimonio cultural a receber de braços abertos nossas conquistas pois agora graças as atitudes dos nossos deputados como a do nosso querido bordalo estamos conquistando nosso respeito e espaço………. ou vcs querem sempre ser lembrados como "caboquinhos do pará" não que eu seja contra tenho maior orgulho de ser paraense mas somos capazes de ser um estado rico e reconhecido até como um estado de 1° mundo seus imbecis!!! e ainda tem mas as aparelhagens que jurgem no decorrer do tempo estão gerando emprego e renda c os desculturados não sabe.

    mas uma vez parabens deputado bordalo pela sua atitude e não ligue para esses ignorantes, não sabem o que dizem

    um abraço da familia da LEGIÃO DA SALDADE

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.