Almir Gabriel: neoliberal, conservador, mas militante da dignidade da política

Blog do Bordalo Lula Almir

A tentativa de minimizar a saída de Almir Gabriel do PSDB só demonstra que ela foi da maior gravidade, principalmente pelo que escreveu em sua despedida.

Almir foi coerente como Mário Covas, disse que saiu “em razão dos atuais desvios dos princípios políticos e éticos que alicerçavam” o PSDB do Pará”. Ou seja, para ele e, provavelmente, seus correligionários que aprenderam alguma coisa com o ex-governador, o PSDB não tem mais programa ou projeto, só negócios e oportunismo. O maior símbolo disso, para Almir, era a busca de alianças com Jáder, defenestrado do governo exatamente por Gabriel em 1998, numa campanha baseada no slogan “o Anhanga quer voltar, você vai deixar?”. Jatene e seus pares, hoje, imploram o apoio dó presidente estadual do PMDB.

Mas, os desvios políticos e éticos dos quais fala Almir não param por aí. Ele é explícito na sua carta de ruptura: “Pressinto e lamento, principalmente, a rendição ao atual representante exibicionista do Bradesco na Companhia Vale do Rio Amargo, somada ao governo egocêntrico de São Paulo, “territorializando” a recolonização da gestão pública do Pará”.

Almir não é um “velhinho”, um “mito vivente”, um “personagem da História”, como oscila o tratamento relegado a ele por certos tucanos, como Megale e Flexa Ribeiro, além e principalmente, do próprio Jatene. É um líder importante, goste-se ou não de suas idéias. Não se trata de um vereador ou prefeito (desses que estão saindo às pencas do partido), mas de um sócio-fundador nacional, parlamentar na Constituinte de 1988 e candidato a vice-governador na chapa presidencial de Mário Covas em 1989, além, claro, de governador do Pará por duas vezes.
Está vivo e ativo, como pude constatar em nosso encontro na festa do Monte Líbano. Sua experiência no Execeutivo e Legislativo o fazem conhecer muito bem as entranhas do poder, não na teoria, mas na prática mais profunda.

Jatene é um perigo para o estado

Por isso a gravidade da afirmação que, para bom entendedor, diz que Jatene foi alçado candidato por determinação de Roger Agneli, bancado politicamente por José Serra. Simão, então, será um “lambaio” de Agneli, uma das figuras mais torpes em termos de visão econômica e social do empresariado brasileiro. E o interesse de Serra nisso é manter o Pará como o almoxarifado do país onde a Vale extrai toneladas e toneladas de minérios e não deixa uma mísera fábrica de panelas, porque isso é bom dentro do modelo de desenvolvimento que Serra aplica em São Paulo, baseado nas desigualdades regionais e fundamentado na sandice de que há uma “locomotiva” no Brasil. Serra se intrometeu na disputa porque, além de possuir uma visão preconceituosa contra nosso estado, é um representante dos poderes econômicos para quem Agneli trabalha.

Foi contra essa degeneração permitida e encamihada por Jatene que Almir se levantou. Contra os negócios serem, hoje, a alma do tucanato paraense. Foi coerente com sua ideologia, de direita, conservadora, mas portadora da dignidade da política. É por isso que a disputa interna seguirá entre os tucanos, porque Almir não um único indivíduo incoveniente, há um coletivo de correligionários que optaram por ficar.

Com todas as diferenças do mundo que tenho com o ex-governador, é preciso aplaudir a conduta de resistir e denunciar a extinção da moral, idéias e propostas de um partido, porque quando eles descambam para serem “RPs” de grande interesses empresariais, quem perde é a democracia.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. quer dizer que agora não é mais o povo paraense que escolhe seus governantes mas os empresários. Antes pelo menos faziam a capa apoiando as campanhas, agora eles indicam e pronto. Onde vamos parar?

    Permalink
  2. No ninho tucano é assim. O Megale é publicamente desautorizado pelos "nacionais". O Jatene é apontado no dedaço pelo Serra.
    Enquanto o Pará caminha para ser um estado mais forte, o colonialismo do sul/sudeste deita e rola na tucanagem local.

    Permalink
  3. "Lambaio" do Agnelli é o fim da picada. O povo não merece!!!!

    Permalink
  4. Se um quadro como o Dr Almir é um fardo a ser carregado pelo prpoprio partido que ele fundou, imagina esse partido como tá….
    É o fim do PSDB…

    Permalink
  5. é o fim do PT, hahahahahahaha isso sim,
    eu ate imagino um debate com a boca de caçapa e simão jatene!! meu deus, já pensaram? quando ela abre aquela boquinha dela e fala: POVO DO PARÁ…ai meu deus, dá até nausea…
    hahahahahaha
    preparem-se para a comparação em
    4 x 4, voces estao na roça!!!!
    governozinho ridiculo, maioria absoluta de rejeição!!! saibam reconhecer que nao fizeram absolutamente nada por este estado, a saude é uma merda, a segurança é outra merda, a educação entao, é kit pra tudo quanto é lado, quando voces acabarem de plantar as 1 bilhao de arvores voces me avisem viu??? hahahahahahahahahahahahahahaha
    sera que voces pensam que o povo do pará não pensa???
    hahahahahahahahahaha

    Permalink
  6. e a termelétrica de barcarena?
    é o jatene quem liberou?
    tenha coerência em acusar os outros
    sua governadora é totalmente vendida

    Permalink
  7. Post,
    A DESUNIÃO PELO PARÁ está de volta…

    Simão Jatene do PSDB que detinha quase 50 prefeituras e hoje só tem 7 vem a disputa mais uma vez…

    Simão Jatene que abandonou os prefeitos e que ao invés de fortalecer a base política no interior do Estado foi pescar vem a disputa mais uma vez…

    Simão Jatene que disseminou o movimento pela divisão do estado porque so investia em Belém com obras para a Elite vem a disputa mais uma vez…

    Simão Jatene que doou mais de 40 milhões ao TJE para ficar blindado no TJE com a reforma do prédio da almirante barroso, enquanto as Comarcas do interior não tem nem computador para trabalhar vem a disputa mais uma vez…

    Venha Simão!!!!

    Permalink
  8. É interessante, para não dizer ridículo esse povo dissimulado do PT. Todo esse discurso contra o PSDB, nada mais é do que medo do Jatene, isso mesmo, O PT ESTÁ SE BORRANDO DE MEDO DO JATENE. Basta comparar, os dosi governos: o que a Aninha incomPTente vai mostrar ao povo? Os kits escolares, as mais de 50 crianças mortas na Santa casa, a violência absurda no campo e na cidade, os contratos milionários com o aero clube do namoradinho dela? Ou a contratação da cabelereira e da esteticista? E as obras? A cozinha do Hangar, ou as que o Jatene deixou prontas para ela apenas inaugurar e usar para o seu bel prazer como o Hangar?

    Pensem nisso e deixem de ser hipócritas.
    Alô, Pará! O Jatene vem aí…

    Permalink
  9. Diferente dos covardes que escondem a cara no anonimato, eu mostro a minha;
    " Vai ser uma maravilha ver o Almir Gabriel fazer campanha pra Ana Julia, Ana Julia de novo com a força do povo" hehehehehehe!
    a musica do momento na tucanagem é:
    " É o desespero, desespero, desespero, desespero… hehehehehe"

    Permalink
  10. Menos Deputado.

    Permalink
  11. Parabéns Deputado, pela sua lucidez política. Só os otários não entenderam o recado do Dr. Almir.
    Pobre Pará com um governador como Jatene.

    Permalink
  12. Dep. Me indicaram seu blog para leitura e hj estou k. Pena que meu primeiro comentário seja de repúdio ao imbecil Arlei Gonçalves que intitula os anônimos como covardes, este crapula não sabe que o anônimato é uma ferramenta da globosfera?
    Imbecil, se voce precisa se mostrar para valorizar seu DAS o problema é seu, quanto aos leitores da blogosfera a grande maioria é independente.

    Permalink

Leave a Comment

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.