Bordalo cobra providências para famílias afetadas por enchente em São Domingos do Capim

Foto: Mais de mil pessoas estão desabrigadas devido a enchente / AD São Domingos do Capim via Facebook
A enchente em São Domingos
do Capim afetou cerca de 5mil pessoas e a Prefeitura Municipal decretou situação
de emergência. O deputado Carlos Bordalo, por meio de sua assessoria,
apresentou nesta quarta-feira, 27, durante sessão ordinária na Assembleia
Legislativa do Pará (Alepa), quatro moções em caráter emergencial aos órgãos
públicos do Estado pedindo providências para minimizar a situação das famílias
afetadas pela maré alta no município localizado na região nordeste do Pará. 
Serão enviados ofícios propondo à Defensoria
Pública do Estado do Pará, Casa Civil, Secretaria de Estado de Assistência
Social Emprego e Renda (SEASTER), Companhia de Habitação do Pará (Cohab) e a Secretaria
de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) soluções
aos problemas enfrentados, assim como avaliar e verificar junto as famílias concessões
de eventuais benefícios.
Entre um dos problemas
identificados é a perda de documentos, item fundamental para cadastros junto as
instituições públicas em situações de emergência. Bordalo, que está como presidente
da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor na Alepa, solicitou para
a Defensoria Pública a emissão do Registro Civil de Nascimento, e para a Segup
a emissão do documento de identificação civil.
Sem água, roupa e comida uma
força-tarefa tem se mobilizado para arrecadar doações de alimentos não perecíveis,
água potável e material de higiene pessoal, contudo ainda não tem sido
suficiente. O deputado requereu à Casa Civil do Estado do Pará, por meio do
Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), que possa estimular parcerias entre os
diferentes setores da sociedade civil para garantir doações aos desabrigados.
A situação é grave em São Domingos
do Capim. Cerca de 43 famílias estão desabrigadas e 252 famílias desalojadas
totalizando 1.061 nestas condições. O parlamentar deu entrada na moção para que
Secretaria de Estado de Assistência Social Emprego e Renda (Seaster) e
Companhia de Habitação do Pará (Cohab) providenciem concessão de cestas básicas
e aluguel social ou cheque moradia.
Há 51 pessoas enfermas,
contaminadas por diarreia, hepatites, leptospirose, micoses, dengue e outras
doenças. A enchente já atingiu diretamente 5.682 pessoas e que precisam de doações.
Para colaborar três postos
foram montados. Em São Domingos do Capim a Secretaria de Assistencial Social
está recebendo as doações.  Em Castanhal
as pessoas podem deixar os itens no Espaço Haroldo Reis, que fica na rua Major
Wilson (Transcastanhal) 903, em frente à Escola das Artes São Lucas, próximo a
rotatória do Fonte Boa. E em Belém o posto de arrecadações é no Diretório do
PT, localizado na rua Gaspar Viana, 206, no bairro da Campina; e na Cruz
Vermelha, que fica na Passagem Nossa Sra. das Graças, 58, Marco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.