Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, venho publicamente repudiar o ataque realizado, nesta madrugada, contra o Acampamento Hugo Chavez, no município de Marabá, sudeste paraense, onde estão cerca de 450 famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Segundo relatos das lideranças, o acampamento […]

Bordalo repudia atentado a acampamento do MST em Marabá



Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, venho publicamente repudiar o ataque realizado, nesta madrugada, contra o Acampamento Hugo Chavez, no município de Marabá, sudeste paraense, onde estão cerca de 450 famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).


Segundo relatos das lideranças, o acampamento foi atacado durante a madrugada de sábado (28). Pistoleiros teriam ateado fogo ao redor do terreno, incendiando veículos e fazendo disparos com armas de fogo. Muitas pessoas fugiram, em pânico, e algumas continuam desaparecidas. Ainda não sabemos se existem pessoas feridas. Foi registrado Boletim de Ocorrência na Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá.  


Em julho do ano passado, estivemos no acampamento Hugo Chavez, com outros dois deputados integrantes da Comissão de Direitos Humanos, além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB – Seção Pará) e da Defensoria Pública do Estado, para apurar um atentado. Na época, o acampamento tinha sido alvejado por disparos de armas de fogo e parte do terreno foi incendiada. Durante a diligência, os trabalhadores rurais nos mostraram os cartuchos dos disparos, que não haviam sido recolhidos pela DECA, e também as marcas de tiros na entrada do acampamento.  


Exigimos, portanto, que o Estado e a rede de garantia de direitos tomem todas as providências para investigar este novo atentado, que colocou em risco a vida de trabalhadores rurais, além de crianças, mulheres e idosos que estão no Hugo Chávez. É preciso garantir a integridade dos acampados e suas famílias. Não podemos mais tolerar que o Pará continue sendo triste cenário de violência e mortes no campo. 


Deputado estadual Carlos Bordalo (PT)
Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa 


***
Foto: Registro da diligência realizada em julho de 2017/ CDH Alepa. Para ler a matéria sobre a diligência clique aqui: https://bit.ly/2AdRjgM)

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Zap: 55 91 99319 8959

Gabinete: Palácio Cabanagem – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.

Show Buttons
Hide Buttons