Bordalo solicita Grupamento de Bombeiros para Limoeiro do Ajuru



No último dia
24, um incêndio de grandes proporções atingiu a área comercial de Limoeiro do
Ajuru, no Nordeste do Estado. O incêndio começou em um armazém e se alastrou
por outras lojas, que ficaram completamente destruídas. A população tentou
controlar o fogo usando baldes de água até a chegada do Corpo de Bombeiros do município
de Cametá. Não houve vítimas.

Segundo
relatos dos moradores, o fogo se alastrou rapidamente. O Corpo de Bombeiros,
que havia sido deslocado de Cametá, não conseguiu chegar a tempo, devido as más
condições das estradas em função das chuvas de março. A equipe seguiu para o
local de lancha para ajudar na contenção do incêndio.

Para o
deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, os prejuízos poderiam ter sido menores, caso existisse
um Grupamento de Bombeiros no município, pois este tipo de ocorrência requer
agilidade para salvar vidas e bens. “Não há dúvidas a respeito da importância
do Corpo de Bombeiros para qualquer cidade, Estado e país. Nas localidades que
não possuem grupamentos, a apreensão da população é grande. 

Diante disso, solicitamos
ao Governo do Estado e ao Corpo de Bombeiros Militar do Pará envidar esforços
para a criação de um Grupamento de Bombeiro Militar em Limoeiro do Ajuru”,
disse o parlamentar, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do
Pará.   

Bordalo
enviou ao Governo do Estado e ao Corpo de Bombeiros Militar do Pará moção
solicitando a criação de um Grupamento de Bombeiro Militar em Limoeiro do
Ajuru. O ofício foi encaminhado ao Prefeito e à Câmara dos Vereadores de
Limoeiro do Ajuru, Associação Comercial, Defesa Civil do Estado, Polícia
Militar, OAB e Ministério Público Estadual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.