Bordalo participa do Encontro Regional da Comissão Justiça e Paz, da CNBB



O deputado estadual Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará, participou nesta sexta-feira (27), da abertura do Encontro Regional da Comissão Justiça e Paz, promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Norte 2, reunindo representantes da Comissão Justiça e Paz de todo o Estado. O evento segue até dia 29, na sede da CNBB Norte 2, na travessa Barão do Triunfo. O objetivo é fortalecer as comissões nas dioceses e prelazias, além de estimular a integração entre as unidades do Pará e do Amapá. A programação inclui temas importantes, dando voz aos defensores de Direitos Humanos na Amazônia e tem a presença de Dom José Luiz Azcona, bispo emérito da Prelazia do Marajó. 


Durante a abertura, foram relatados diversos casos de violação aos Direitos Humanos na região, sobretudo casos de abuso sexual de crianças e adolescentes. Os relatos foram marcados pela crítica à omissão do Estado diante dos altos índices de violência contra mulheres, crianças e homossexuais na região. O tráfico de drogas e a corrupção policial, além das ameaças aos direitos das comunidades tradicionais por grandes projetos, como a Ferrovia Paraense, também foram problemas destacados. A falta de estrutura para atender as denúncias faz parte da realidade da região. Não existem defensores públicos em boa parte dos municípios e as delegacias e efetivos policiais enfrentam a precariedade. 

Para o deputado Carlos Bordalo, existe um divórcio da pauta social dos municípios com a agenda política das regiões. “Se não incluirmos a qualificação e a mudança no perfil das representações políticas, vamos ficar décadas falando as mesmas coisas. Qual o perfil desses políticos? Que pauta eles colocam?”, questionou o parlamentar. 

No próximo mês de novembro, a Comissão de Direitos Humanos da Alepa fará 
diligências à Região Tapajós, onde estão ocorrendo vários conflitos socioambientais. Além de ouvir as demandas da comunidade, o objetivo é instalar um grupo parlamentar de acompanhamento da região. Carlos Bordalo se colocou à disposição da CNBB para os encaminhamentos resultantes do Encontro Regional da Comissão Justiça e Paz. 

PROGRAMAÇÃO

Amanhã, às 08h30, a procuradora da República Nayana Fadul da Silva explanará sobre Eleições 2018 e Combate à Corrupção Eleitoral, com mediação da jornalista Aline Brelaz. Às11h, o tema Violências e Resistências no Estado do Pará será exposto pelo professor André Farias (UFPA/NUMA), com mediação do professor Genylton Rocha. Depois do almoço, às14h30, o padre José Boeing falará sobre Mediação de Conflitos, com mediação do presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PA, José Neto. Às 16h45, a coordenadora da CJP, Irmã Marie Henriqueta Ferreira Cavalcante, apresentará estudo sobre a Comissão de Justiça e Paz.

No domingo, às 08h30, Irmã Henriqueta também vai falar acerca da organização da Comissão Justiça e Paz na Regional Norte 2. O encontro será encerrado às 11h com celebração eucarística e almoço. A CNBB Norte II fica na travessa Barão do Triunfo, nº3151, entre Av. Romulo Maiorana (antiga 25 de Setembro) e Av. Almirante Barroso, no bairro do Marco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.