Bordalo pede, através de Moção, reforço no policiamento em praças e pontos turísticos

Esta
semana, fiz um pronunciamento na Tribuna da Assembleia Legislativa sobre a
insegurança nas praças públicas e pontos turísticos, que têm se tornado espaços
de atuação para assaltantes, principalmente em Belém. O número de casos é
alarmante e, como consequência, tem afastado os visitantes habituais, causando
prejuízos aos que trabalham nestes locais, como exemplo no Complexo Ver-o-Peso
e Portal da Amazônia.

Todos
os dias são relatados assaltos e agressões, o que tem preocupado as operadoras
de turismo no Estado. O Ver-o-Peso, por exemplo, nosso principal cartão postal,
precisa ter um reforço policial. Aliás, uma das proposições apresentadas pela
Comissão de Direitos Humanos da Alepa, nos debates sobre o projeto de
revitalização e reforma da feira, é que se crie uma companhia específica para a
área. Atualmente, a Polícia Militar tem um posto, com poucos homens, que muito
esforço têm cumprido suas missões. Mas, os assaltos continuam a ocorrer em toda
a área.

Essa
preocupação se estende à Prefeitura de Belém que, através da Guarda Municipal,
faz a segurança do patrimônio. A Polícia Militar atuaria de forma
ostensiva e preventiva na segurança dos cidadãos.

Oficializei
essa preocupação apresentando uma Moção, em que solicito ao Governo do
Estado e a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup)
providências quanto a presença de policiamento ostensivo nas praças e pontos
turísticos de Belém e Região Metropolitana.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.