A oposição brasileira insiste em usar o termo “apagão” para o blecaute da semana passada. Parece a história do caboclo que voltou da França dizendo para o amigoque comeu “uma coisa que a gente tá vendo que é queijo e eles te dizem que é Roquefort”. O que existe, de fato, é um “apagão” de […]

O “apagão” de idéias e propostas


A oposição brasileira insiste em usar o termo “apagão” para o blecaute da semana passada. Parece a história do caboclo que voltou da França dizendo para o amigoque comeu “uma coisa que a gente tá vendo que é queijo e eles te dizem que é Roquefort”. O que existe, de fato, é um “apagão” de idéias e propostas (leia nota acima).

No governo do nada saudoso FHC, o Brasil viveu racionamento de energia, com prejuízo de milhões de dólares para a nossa economia, principalmente dos investimentos (leia nota abaixo). A população foi obrigada a consumir menos do que sua necessidade, senão pagava multa. O Pará, que nem precisava entrar nesse regime, foi “entrado” na marra, pela submissão do governador Almir Gabriel ao seu cacique nacional, pois temos hidrelétricas e água em abundância.

O problema do verdadeiro apagão foi a privatização das nossas empresas de energia que, sob mãos particulares, se voltaram a outros interesses que não os de atender a nossa demanda interna. Foram oito meses de penúria para nossa população e economia por pura falta de planejamento do governo.

Querer comparar essa “treva” com algumas horas de falta de energia é o cúmulo do desespero eleitoral do PSDB/DEM. Usam o nome do que fizeram contra o país – “apagão” – para tentar obter algum dividendo eleitoral, embora o presidente Lula já tenha mandado fazer toda a investigação necessária. Eu rezo para que não aconteça nesse caso o que houve no “escândalo” no ENEM, quando foram descobertos indícios de sabotagem.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa

Contato comunicação: bordalo13@gmail.com

Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembléia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.