O cúmulo da vergonha e da vilania a aprovação, agora a pouco, pelo Tribunal de Justiça do Estado, por 21 a 1, do pedido de intervenção no Pará. Só que ainda tem que passar pelo Supremo e pelo presidente Lula. Uma pena que o TJE não tenha a mesma celeridade para julgar o pedido de […]

TJE cometeu uma vilania contra o Pará

4 Comments Sem categoria

O cúmulo da vergonha e da vilania a aprovação, agora a pouco, pelo Tribunal de Justiça do Estado, por 21 a 1, do pedido de intervenção no Pará. Só que ainda tem que passar pelo Supremo e pelo presidente Lula.

Uma pena que o TJE não tenha a mesma celeridade para julgar o pedido de cancelamento de milhares de títulos falsos de terra que somam, em hectares, uma área superior a do próprio estado. Uma pena que tenha deixado se impressionar, do alto do notório e ilibado saber jurídico, por imagens e não pelos resultados de uma investigação.
O pior dos mundos porque a Polícia Civil ainda investiga a depredação da fazenda Maria Bonita, do banqueiro Daniel Dantas e de legalidade duvidosa, sem qualquer indício – diga-se de passagem – de que fora uma ação do MST. A FAEPA, com Carlos Xavier como chefe, o mesmo que mentiu descaradamente sobre a existência de 1000 propriedades invadidas no Pará, chegou a repassar a falsa informação de que haveria um relatório policial incriminando ativistas sem-terra, o que foi oficialmente negado.


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

  1. Carlos Xavier é aquele que desviou recursos do Fundo Agropecuário, da ADEPARÁ, para comprar balas sabe-se lá com que finalidade. Também foi ele que homenageou o testa-de-ferro do banqueiro bandido, Daniel Dantas, como o pecuarista do ano (2008). São esses chefes de organizações criminosas que estão por trás desses pedidos de intervenção.

    Permalink
  2. Viva o Tribunal. Até que enfim uma voz se "alevanta" contra a leniencia e a cumplicidade do Estado.

    Permalink
  3. É notória a cumplicidade da Justiça brasileira com os "poderosos", no caso da Justiça do Pará esta ligação é histórica. Sempre estamos na mídia nacional como um Estado sem lei e isso é em grande parte culpa dos "senhores desembargadores" que se omitem ou se locupletam das benesses economicas dos grandes empresários e latinfundiários. Como reverter isso? Talvez só com um pacto nacional e com uma reforma no nosso sistema judiciário. Que tal experimentarmos um "Pacto de Moncloa" tupiniquim?…

    Um abraço,

    Carlos Alberto Pereira Duarte
    Brasília (DF)

    Permalink
  4. O que me preocupa bastante é a atitude dos Desembargadores, quando acataram denúncias sem fundamento. Eles estão jogando um jogo muito perigoso, pois é o Governo do Estado que foi posto em cheque junto à opinião dos brasileiros. Esta corja, comandada por Kátia, Carlos, Xavier, Daniel Dantas e outros, estão brincando com fogo. Então fico pensando. Quanto cada um levou para votarem a favor desta barbaridade? Sim , pois em sã conciencia, eles sabem que o pedido de intervenção é uma grande estupidez, assim também entende o Gilmar Mendes. Quanto a desculpa esfarrapada do Leonan Cruz, não convenceu ninguém. Pobre Governadora, que deu um voto de confiança para este cidadão. Melhor seria ele ter ficado calado.
    Deputado, não meça esforços, vamos formar a CPI da Grilagem, então vamos ver quem é quem.

    Permalink

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembléia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.