Vic tem razão


O deputado federal Vic Pires Franco (DEM) escreveu hoje em seu blog:

“Os primos ricos dizem que a governadora Ana Júlia está morta. Não se elege nem a síndica do ‘Criatalville’.

Eu acho que não.

Na pesquisa do IBOPE ela aparece embolada entre os três primeiros. O Jader que dizia estar disparado, está empatado com ela. O Jatene, que eu pensava já ter passado dos cem, não chegou aos vinte.

Mas o maior problema não é esse.

Sabe qual é ? É a máquina !

A máquina, meus amigos. E máquina, é que nem cobra. Até morta mete medo. Pelo menos pra mim… ”

Oposição “Norminha”: tema, tema, tema, tema…

O deputado tem razão. Além de a companheira Ana Júlia aparecer no topo da pesquisa, nossos adversários estão perdendo apoio (leia nota de Franssinete Florenzano) e dividos. Dão como certo seu retorno ao lugar de onde não admitem terem sido apeados pela população, mas os tucanos não conseguem apresentar idéias e propostas para o Estado, a exemplo do que acontece com seus congêneres nacionais José Serra e Aécio Neves, e até hoje não apontam seu programa para o Pará, a não ser duas ou três obras turísticas na capital, o fuxico em torno da vida pessoal da governadora e a necessidade de se preservar as grandes e questionáveis propriedades fundiárias da nossa terra, como o fizeram na desastrada dobradinha com a senadora Kátia Abeu, que chegou a pedir a intervenção Federal no Pará para defender o latifúndio grilado, improdutivo, explorador de trabalho escravo e ecologicamente criminoso.

Quando a campanha começar e nossa comunicação e militância corpo-a-corpo destacarem com nomes e números, com visibilidade no mapa do estado e a demonstração do impacto das obras e serviços que a governadora Ana Júlia fez no pouco tempo de sua gestão (se comparado com os 12 anos de tucanato) no cotidiano da população beneficiada, a vida vai ficar ainda mais dura para a oposição.

Quando “a máquina” é operada com competência, inversão de prioridades e resultados é melhor temer mesmo e este blog vai mostrar tin-tin por tin-tin nossos avanços, literalmente, concretos.

O PT unificado, ao contrário do que tentam plantar na opinião pública

Para piorar a dor de cabeça das aves tropicais de bico longo, o PT está unificado e todos sabem que se trata do partido mais querido do Brasil, segundo todas as pesquisas recentes, começando qualquer eleição com dois dígitos.

Triste para nossos adversários, nossas prioridades consensuais são a renovação do nosso projeto no Pará com a reeleição da governadora Ana Júlia, recuperar a vaga do PT no Senado com a candidatura do companheiro deputado Paulo Rocha, liderança capaz de animar ainda mais a militância petista, ampliar nossas bancadas legislativas estadual e federal para minimizarmos as “crises de governabilidade” e tentativas de desestabilização que sofremos nesse primeiro mandato.

7 thoughts on “Vic tem razão

  1. Deputado, vi esse comnetário numa postagem do Blog do Espaço Aberto que falava do teu blog:

    "Os artigos e comentários do Deputado Bordalo tem a profundidade de um prato e a ortodoxia de uma caixa de maizena. espero que o Leopoldo não seja impulsionado pela miopia do parlamentar adepto de chavões e afirmações apaixonadas que só servem para agitar e oxigenar assembléias sindicais e estudantis.

    um abraço

    Paulo Roberto"

    Para esse sujeito, inteligente deve ser falar mal do governo, ser anti-petista, achar que o povo não sabe votar e ouvir a CBN, a rádio que TROCA a notícia.
    ótima iniciativa sua de abrir esse espaço para o contraponto com essa gente, que se acha o supra sumo da inteligência, disfarçando sua tucanagem, seu lado político e os interesses a que serve.

  2. O Vic com medo decobra? Só se já mudou, ou ele passou muito tempo no "ar" gastando o dinheiro do contribuinte e perdeu a antiga familiaridade com o "réptil". É muita cara de pau (uuuiiihhh!).

  3. Caro Bordalo, esse bate boca não traz resultado nenhum prá nós que votamos(outrora eu até acreditava e propagava de coração, como a maioria das pessoas que acreditaram no PT, ou pelo menos no discursso sedutor de quando o partido era apenas uma zebra)ou melhor, perdemos nossas manhãs de domingo indo às urnas.
    Como cidadão que vive a realidade do lado de cá, da realidade do povo, humildemente, aconselharia a maioria dos politicos do PT, ao invés de só "Quando a campanha começar e nossa comunicação e militância corpo-a-corpo destacarem com nomes e números, com visibilidade no mapa do estado e a demonstração do impacto das obras e serviços que a governadora Ana Júlia fez no pouco tempo de sua gestão (se comparado com os 12 anos de tucanato)" andassem mais entre o povo e debatessem mais e divulgassem e nos mostrassem mais essas obras e serviços, que sinceramente eu não vejo e nem sinto nenhum impacto . Posso estar equivocado ou mesmo não sser o público atingido pela ação do governo.
    Infelizmente, repito infelizmente, até gosto e não sei por quaL razão da Ana Júlia, do Edmilson(quando era do PT) e até acredito em algumas pessoas só por serem do PT, mas infelizmente e leve a sério esse palavra, quando votamos em A ou B, temos que ter a infelicidade de levarmos de brinde os assessores imbecis que não sei por qual mérito(deve ser o grau de imbecilidade e maus tratos ao público em geral)se penduram nos governantes.
    Ande pelos bairros anonimamente e descubra o que pensa o povo, se há a percepção de estar se estar recebendo ou vendo alguém receber serviço do governo.
    Um abraço (assessarei mais vezes)

  4. Deputado Bordalo, ainda não estou satisfeito, vejamos, se o seu mandato está a disposição dos Delegados de Polícia do Pará, vou lhe dar um aviso, discuta com a chefe do executivo estadual e melhore a remuneração dos DPCs., agora é a hora, existe um projeto de lei que será encaminhado à Alepa, no momento o mesmo encontra-se na Sepov, não adianta vir com migalhas, queremos remuneração digna. Eis a grande oportunidade de Vossa Excelência demonstrar que de fato o seu mandato está a serviço da Segurança Pública.

    Delegado João bernardo

  5. Êta titulozinho escroto, quero ver o Leopoldo democrático postar este comentário, aviso logo se não sair foi reclamar com o deputado, tá meu bem?

  6. A alternância de investimentos da capital para as regiões mais afastadas do Estado estão causando consequências: uma que a povo que não consegue visualizar que nosso Estado é bem maior que capital passar a se sentir expropriado pelo péssimo exemplo de distribuição de recursos implementado pelos governos tucanos em 12 anos; outra que a população dos municípios, que pouco hoje fala em separatismo, tende a contrabalancear a queda de Belém.
    Tá claro que, como disse a Ana Célia Pinheiro na perereca: "…quem pensa que Ana Júlia está vencida precisa melhorar seu foco.."

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.