Na blogosfera, com o Pará em pauta

Bom dia amigo e amiga leitora paraense,

Com o entusiasmo despertado pelo pioneiro nessa seara, nosso querido Juvêncio de Arruda, a partir de hoje entro neste vigoroso mundo da blogosfera, para discutir diariamente com você grandes temas do estado do Pará, da Amazônia e do Brasil.

Diferentemente do meu site anterior, que era mais voltado à prestação de contas virtual da minha atividade parlamentar, onde vez por outra me posicionava sobre fatos de destaque na opinião pública, agora, no Bordalo13, manifestarei minha opinião cotidiana sobre os acontecimentos, principalmente os políticos, sempre com o espaço dos comentários livres para a nossa interação, seja por convergências, divergências ou em busca de um bom bate-papo.

Não quero apenas cumprir a missão republicana de aproximar “representantes e representados”, mas travar a boa disputa democrática de pontos de vista acerca dos rumos do nosso estado, com o olhar crítico, mas bem posicionado na margem esquerda da nossa baía social.

No blog, também oferecerei links para outros sites pessoais alternativos aos Noblats, Reinaldos Azevedos, Josias de Souzas e Lúcias Hipólitos, assim como portais de revistas e jornais com outras abordagens que não as da Veja, Isto É, Época, Estadão, Globo ou Folha. Nada pessoal. Só penso que se na grande imprensa o contraditório é pouco valorizado, é bom procurar por ele em outros lugares.

Se você odeia o PT e quer “acabar com essa raça”, mas gosta da democracia, venha discutir comigo neste espaço. Se você, internauta paraense, há tempo procurava um lugar na internet, na blogosfera, mais próximo de opiniões de esquerda, seja bem-vindo. Se quer apenas informação política, sinta-se à vontade para ler, mandar sugestões e participar.

Amanhã começarei as postagens, trazendo para a arena balanço e perspectivas do governo Ana Júlia e os caminhos para a vitória do povo em 2010.Até lá!

7 thoughts on “Na blogosfera, com o Pará em pauta

  1. Deputado, qual o seu posicionamento sobre a Isonomia Salarial dos Delegados de Polícia do Pará, que o executivo insiste em não pagar, mesmo tendo resolvido o problema dos Defensores Públicos e Procuradores do Estado, mais recentemente, tendo resolvido o problema do Igeprev. Qual o seu posicionamento ? Somente os Delegados têm uma decisão em seu favor e não conseguem, enquanto os que não tinham nada, conseguiram.

    Delegado João bernardo

  2. Que bom deputado, que Vª. Excª. tem um blog. Assim será mais fácil mandar-lhe notícias do seu amigo, aqui de Santa Luzia do Pará, o prefeito Louro do PT que protagoniza um governo arbitrário, saqueador de recursos públicos e autoritário, não dispensando nem os Compenheiros, como a vereadora Lucia Machado que está sendo "esvaziada", do desgoverno sem direito ao espaço que lhe cabe.

    Abraçose e sucesso nessa nova empreitada.

  3. Bordalo,
    Parabéns por mais esse iniciativa de aproximar de aproximação, eu daqui do meu retiro acadêmico em S. Paulo vou acompanhar o teu blog.
    Um forte abraço

    Newton Pereira

  4. Obrigado pela visita, Newton. Sua participação aqui será, com certeza, fundamental.

    Olá caro colega João Bernardo,

    Como parlamentar me posiciono favorável a luta desempenhada por esta classe. Reitero que a bancada do PT na Assembleia Legislativa esta empenhada em resolver o assunto, mas que ainda não foi possíveil um acordo final com o governo
    Deixo aqui meu mandato à disposição daquilo que estiver ao meu alcance nesta importante luta histórica.

    Anônimo,

    Primeiramente gostaria de agradecer a população de Santa Luzia do Pará pelo apoio dado durante todos esses anos de vida pública. Quero reforçar aqui a estrofe de uma música que fez sucesso na voz da cantora Beth Carvalho, “Vou Festejar”, e que simboliza a atual conjuntura deste importante município da Região Nordeste do Pará: “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”.
    A partir desta estrofe, acredito que exista um projeto “estranho” que se apoderou do comando do Governo de Santa Luzia do Pará, prejudicando os objetivos originários do Governo Popular, e abandonando ainda as lideranças que colaboraram nas eleições e no bom início do governo, com intuito de negociar apoios eleitorais até aqui envoltos em razões estranhas ao interesse público.
    Só tenho a agradecer esta querida população. Muito obrigado e continuem acompanhando nosso trabalho.

  5. Temos sempre que valorizar novos espeços para debates, nos colocando a disposição para ouvir/ler opiniões das mais diversas fontes, seja a favor ou contra respeitando a todos que se propõe dividir tal espaço. Lembrando sempre que o sucesso de tal empreendimento dependerá da credibilidade das informações e das opiniões postadas, para manter um público fiel disposto a discurtir o nosso estado sem que venhamos a ficar dependente dos poucos meios de comunicação de massa, que na minha opinião, sempre tendenciosos.
    Parabenizo pela iniciativa e que outros venham a seguir o exemplo.

  6. Este não precisa ser postado, mas gostaria de colocar como sugestão o blog do Eduardo Guimarães – Cidadania.com (edu.guim.blog.uol.com.br), que muita afinidade tem com os outros links.

  7. Olá, deputado, sou o anônimo de Santa Luzia do Pará, do dia 14 das 15:02.

    Em primeiro lugar obrigado pela atenção, e pelo tratamento a mim dispensado. O que lhe escrevi não foi com objetivo de fazer fofoca nem falar mau de ninguém [longe de mim], e percebi que Vª. Excª. entendeu o que quis lhe dizer.

    Pois bem, está ocorrendo exatamente como lhe escrevi, e pelo teor da sua resposta vi que Vª. Excª. tem conhecimento de causa, quando fala do "Projeto Estranho" que mudou as rédeas do governo que se iniciou em 2004, mas pairou uma dúvida, e gostaria que Vª. Excª. fosse mais claro quando se refera ao segundo verso da música da Maria Betânia: "Você pagou com traição a quem lhe deu a mão" para que eu possa entender melhor.

    Desde já obrigado e parabéns pelo espaço democrático e pelo debate salutar que se ele [o blog] proporciona.

    Sem mais, saudações luzienses…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.