150 mil pessoas sem água em Belém. A saída é fortalecer a Cosanpa. Jatene fará isso? Duvido!

Na montagem abaixo, o blogueiro e educador Luís Cavalcante mostra a insatisfação de 30 mil pessoas que estavam sem água, graças ao rompimento de uma adutora da Cosanpa. Agora esse número subiu pra 150 mil pessoas que estão sem água em Belém. 


Imediatamente vem aquele senso comum de “privatiza, logo a Cosanpa!” Pelo andar da carruagem, parece que é essa a intenção do (des)governo Jatene. Tucanos já venderam a Celpa, que agora está falida. Então, água e energia com tabelamento feito pelo “mercado”.


Sou contra a privatização da Cosanpa. Água é um direito humano, assim como informação, saúde, segurança. Ao invés de matar a Cosanpa por inanição, o governo deve é investir na empresa, modernizá-la.


Jatene fará isso? Duvido!

Montagem feita pelo blogueiro e educador Luís Cavalcante.

Descaso
Gostaria que o governador se não sabe, fique sabendo que os ELEITORES, dos bairros da Sacramenta, Pedreira, Telégrafo, parte do Marco, estão sem água desde de sábado.

Quero também que ele fique sabendo, se não sabe que este mesmo problema ocorreu outra vez, ainda nesta administração. Hoje cedo (08/05) escutei no programa de rádio do governador que ele está de “longe monitorando os trabalhos na China”, gostaria também que ele estivesse de perto mesmo monitorando os trabalhos da Cosanpa na Travessa da Mauriti, andando na rua, coisa que só é feito em época de campanha eleitoral.

Ah, possivelmente ele fará isto após agosto, quando se dará início de fato a campanha para prefeito. Acho uma falta de respeito isto que estamos passando. Esqueci de mencionar que neste mesmo programa de rádio também foi tido que o governo implantou a gestão do resultado nas diversas áreas dentre elas a educação profissional e saúde.

Digo, se ele não sabe que a falta de água afeta diretamente a saúde, pois temos que armazenar água em recipiente não adequado, podendo assim consumirmos água contaminada, ou mesmo ser depósito para a larva do mosquito da Dengue.

E a educação, pois muitas escolas desses bairros não tiveram condições que ministrarem aulas neste período sem água. Porém sei, também que quem fica sem água e sem educação é o pobre que não tem condições de comprar e instalar uma caixa de água ou pagar por uma escola que não tenha esses problemas.

Penso portanto que este governo não se importa com estes ELEITORES. Gostaria que no próximo programa de rádio o governador vem se explicar por este serviço mal feito (duas vezes em sua administração) na Travessa da Mauriti, que deixou milhares de pessoas sem água. SINCERAMENTE realmente não dá para acreditarmos nos homens públicos. Saiba governador e sua equipe de lê estes e-mail, que não voltarei a votar em vocês.

Atenciosamente,

Aldilene Ferreira

Fonte: ORM

Montagem: Blogueiro


Curtiu? Compartilhe com os amigos!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Notícias sobre a atuação parlamentar do Deputado Estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará.

Email: dep.bordalo@alepa.gov.pa
Contato comunicação: bordalo13@gmail.com
Whatsapp: (91) 99319 8959

Gabinete: Assembleia Legislativa do Estado do Pará – Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Cidade Velha – 66020-070 3° andar
Fone: 55 91 3182 8419 (ramal: 4368)

Copyright © 2019 Deputado Bordalo. Todos os Direitos Reservados.